Cruzeiro leva susto, mas empata com São Raimundo-RR e avança na Copa do Brasil
Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Pela segunda vez consecutiva, o Cruzeiro foi a Roraima enfrentar o São Raimundo pela primeira fase da Copa do Brasil. E, novamente, a Raposa saiu de Boa Vista com a classificação. Jogando no Estádio Canarinho, o time mineiro empatou em 1 a 1 com o Mundão. Como tinha a vantagem do empate pela melhor posição no ranking da CBF, o clube se garantiu na próxima etapa da competição.

Depois de um primeiro tempo ruim, em que terminou atrás do placar, o Cruzeiro voltou modificado para o segundo tempo. As entradas de Marcinho, Marcelo Moreno e, principalmente, de Filipe Augusto, melhoraram o desempenho do time, que conseguiu se recuperar e buscar o empate.

Mandantes na frente

O São Raimundo entrou em campo com desfalques importantes. Os zagueiros Selson (com estiramento muscular na perna esquerda), Clayton He-Man (com tendinite no joelho direito) e Siri (segundo de quatro jogos de suspensão), além do volante João Paulo (recuperando de cirurgia no ligamento cruzado anterior e no joelho), ficaram de fora do jogo. Além disso, o treinador do time, Chiquinho Viana, testou positivo para Covid-19 e está internado desde a última sexta-feira (5). O auxiliar Beto Vieira comandou o time à beira do campo

Apesar das ausências - e de não entrarem em campo desde o dia 20 de janeiro, em derrota para o Galvez-AC pela Copa Verde -, foram os donos da casa que surpreenderam os mineiros e abriram o placar. Aos 8 minutos, Fininho subiu mais que Cáceres e completou cruzamento da direita testando nas redes de Fábio.

Atrás no placar, o Cruzeiro precisou sair mais para o jogo. Porém, as próximas boas chances foram novamente do São Raimundo, em chutes de Ygor e Carlinhos defendido pelo goleiro cruzeirense. Logo na sequência, os mineiros responderam com cabeçada de Ramon no travessão. O lance seguiu com finalização ruim de Airton, defendida pelo arqueiro André.

O restante da etapa inicial foi de alternância, com as duas equipes se revezando no ataque. Porém, quem mais trabalhou foi Fábio, que salvou o Cruzeiro em tentativas perigosas de Fininho e Carlinhos. O primeiro tempo terminou com vitória parcial justa do Mundão.

Raposa reage

Para tentar reverter o placar, o técnico Felipe Conceição mexeu no setor ofensivo do time da Raposa: Marcinho, Marcelo Moreno e Felipe Augusto entraram nas vagas de Claudinho, Rafael Sóbis e Bruno José. As alterações deram certo, e logo aos 8 minutos, Filipe Augusto completou cruzamento de Cáceres e empatou o jogo.

Pressionados, os donos da casa tentaram responder com Tavinho, que recebeu a bola após bate-rebate na área finalizou rente à trave de Fábio. Depois, foi a vez do Cruzeiro assustar, em cabeçada de Marcelo Moreno bem defendida por André.

Pouco depois, o goleiro do Mundão fez novas intervenções, saindo bem em chegada de Airton e tocando com a ponta dos dedos um chute de Filipe Augusto. Neste último lance, a bola ainda tocou na trave antes de a jogada terminar. Apesar das tentativas, nenhuma equipe marcou gol, e o placar final de 1 a 1 garantiu a vaga ao time de Belo Horizonte.

Próximos compromissos

Com a classificação, o Cruzeiro arrecadou R$1,5 milhão de reais e enfrentará o América-RN, fora de casa, na próxima fase da Copa do Brasil. A partida deve ocorrer entre os dias 6 e 15 de abril. Vale lembrar que, na segunda fase, não há a vantagem do empate à equipe visitante. Caso o placar termine igual, o jogo irá para os pênaltis.

Depois da classificação, o Cruzeiro recebe o Athletic Club de São João del Rey no domingo, às 16h, no Mineirão, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. Já o São Raimundo aguarda o início do Campeonato Roraimense, previsto para começar apenas no dia 1º de maio.

 

VAVEL Logo