Novorizontino surpreende e provoca primeira derrota do São Paulo no Paulistão
Rubens Chiri/saopaulofc.net

Seis equipes começaram a quarta rodada do Paulistão como invictos. Uma delas foi o São Paulo, que perdeu neste sábado (13) para o Novorizontino, fora de casa, por 2 a 1.

Sem Léo nem Diego Costa, diagnosticados com a Covid-19, o técnico Hernán Crespo improvisou o volante Luan e escalou o jovem Rodrigo para manter o mesmo 3-5-2 que escalou desde sua estreia.

A defesa mostrou-se instável desde o início, tanto que Danielzinho protagonizou uma chance de perigo para o Novorizontino logo no primeiro minuto. Ele aproveitou um erro na saída de bola, mas faltou precisão na hora do chute.

O São Paulo apostava em lançamentos longos, mas não tinha sucesso. Em uma das tentativas, a bola caiu no pé do jogador do Novorizontino na altura do meio de campo. A equipe trocou passes no campo ofensivo com toques de primeira e Cléo Silva finalizou em cima de Tiago Volpi, que deu defendeu parcialmente. Danielzinho pegou o rebote e dividiu com Bruno Alves. A bola tocou no zagueiro e sobrou novamente para Cléo, que estava dentro da área e em posição irregular, mas como a bola veio do zagueiro o gol foi confirmado. 

Com a derrota parcial, Hernán Crespo mudou a estratégia e desfez o esquema com três zagueiros durante o intervalo. Ele sacou Rodrigo Freitas e colocou o atacante Joao Rojas. O equatoriano entrou ligado na partida, tanto que em dez minutos criou uma jogada individual e foi desarmado e logo depois apareceu na área para fazer o gol de honra do São Paulo, marcado de cabeça, após cruzamento de Igor Vinícius. 

O jogo aéreo parecia uma bom caminho para o tricolor, visto que minutos antes uma cabeçada de Bruno Alves acertou o travessão. Depois do empate, Luciano e Pablo também desviaram cruzamentos, mas ambas as tentativas foram pela linha de fundo. Rodrigo Nestor também chegou na área, mas Danielzinho cortou. 

O gol não intimidou o time da casa, que ainda teve boas chances. O goleiro Tiago Volpi apareceu bem ao defender cabeçada de Jenison e jogada individual de Cléo Silva. Além deles, Murilo Rangel também arriscou de fora da área que desviou na zaga e passou perto do gol. No lado tricolor, Gabriel Sara também testou o goleiro Giovanni com um chute de longe, mas pegou mal na bola e ela subiu demais.

O técnico Léo Condé mexeu bastante na equipe. Um dos que entraram foi Guilherme Queiroz, autor do segundo gol. Ele aproveitou um erro de Reinaldo, que recuou para a grande área, ficou cara a cara com Tiago Volpi e encheu o pé direito, recolocando o Novorizontino em vantagem.

Nos acréscimos, Luciano caiu na área em dividida com o goleiro Giovanni e pediu pênalti. Edina Alves Batista nada marcou e após conversar com o árbitro do VAR mandou o jogo seguir. O artilheiro do São Paulo ainda teve outra chance de voleio, mas a bola tocou na zaga e saiu. A bola rolou até os 53 minutos e após o apito final o Novorizontino comemorou a primeira vitória no Paulistão 2021.

Classificação e próximos jogos

O São Paulo continua com sete pontos da Ferroviária e agora torce por derrota da Ferroviária, que enfrenta o Palmeiras, para seguir na liderança do grupo B. O time de Araraquara vai ultrapassar o tricolor se pontuar neste domingo (14) no Allianz Parque. O alviverde, aliás, é o adversário da equipe de Hernán Crespo na quinta rodada.

O Choque-Rei está marcado para sábado (20) na casa alviverde, mas pode ser adiado porque devido à pandemia da Covid-19, o Governo de São Paulo vetou jogos no estado entre 15 e 30 de março.

Terceiro colocado no grupo C, que tem o Palmeiras na lanterna e o Ituano na liderança, o Novorizontino prepara-se de olho no confronto diante do São Caetano, fora de casa, previamente agendado para domingo (21).

VAVEL Logo