Criciúma busca empate e elimina Ponte Preta nos pênaltis pela Copa do Brasil
Divulgação/CEC

Mesmo em crise e na lanterna do Catarinense, o Criciúma está na terceira fase da Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira (8), no Heliberto Hülse, o campeão de 1991 começou perdendo para a Ponte Preta com gol de Camilo. mas Philipe Maia levou a decisão para os pênaltis, onde o Tigre fez 5 a 4.

Mesmo fora de casa, a equipe paulista era quem tinha mais posse de bola, entretanto, inofensiva, pois a Ponte tinha dificuldades para entrar na área e finalizar jogadas. Quem arrematou primeiro foram os mandantes, aos 26, Alemão chutou por cima após bate-rebate.

Pouco depois, o volante Eduardo tentou mas o desvio vindo de cruzamento não levou perigo. Aos 39, foi a vez da Macaca ameaçar, Camilo bateu falta sobre a meta. Ainda no primeiro tempo, houve bola no travessão, o lateral Apodi tentou uma meia-bicicleta.

Na segunda etapa, a Ponte começou indo ao ataque mas a alta marcação do Criciúma resultava em impedimentos. O gol só veio aos 14 minuto quando Camilo cobrou falta e a bola passou por todos os jogadores que estavam na área.

 Ponte não ficou contente com o 1 a0 e logo em seguida, Niltinho  em cabeceio pôs a bola na trave. Aos 27 minutos, o Criciúma teve escanteio a seu favor e depois de desvio, Philipe Maia fez gol de voleio. Com o resultado de empate as equipes pareciam gostar da ideia de ir aos pênaltis e não se expor ao ataque, a exceção foi o cabeceio de Luizão já nos acréscimos que quase resultou em gol para a Ponte.

Nas penalidades, a Ponte Preta iniciou cobrando e em sua segunda tentativa, Vini Locatelli chutou pela linha de fundo. Com o Criciúma tendo êxito nas cobranças, o time da casa acabou avançando de fase e embolsando R$ 1,7 milhão. Mesmo sem vencer desde outubro de 2020, o Tigre avança à terceira fase.

Classificação e próximos compromissos

O Criciúma aguarda sorteio da CBF para conhecer seu próximo adversário na Copa do Brasil. Pelo estadual, o time tem jogo decisivo na segunda-feira (12), em casa diante do Metropolitano na luta contra o rebaixamento. Já a Ponte Preta não tem jogos marcados pois o Paulistão está paralisado.

VAVEL Logo