Pressionado, Corinthians defende tabu diante do São Paulo em Itaquera
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Uma das maiores rivalidades do futebol paulista ganha novo capítulo neste domingo (2), quando o Corinthians recebe o São Paulo na Neo Química Arena, em Itaquera, pela 10ª rodada do Paulistão.

Corinthians e São Paulo lideram os grupos A e B, respectivamente, porém o momento das equipes é bem diferente. O alvinegro venceu apenas dois dos últimos três jogos e nesta semana perdeu para o Peñarol por 2 a 0 em Itaquera. O time continua sem vencer na Copa Sul-Americana e o trabalho de Vágner Mancini é questionado até mesmo quando conquista os três pontos, com o argumento de que vence, mas não convence.

Já o tricolor vive uma lua de mel com o técnico Hernán Crespo, que chegou em fevereiro 

200 dias de Mancini

Contratado em outubro, o técnico já comandou o Corinthians em  39 jogos, sendo 17 vitórias, 12 empates e 10 derrotas. Nem mesmo a vitória por 2 a 0 contra o Santos no último final de semana amenizou o clima no time do Parque São Jorge.

A boa notícia para o torcedor é a volta de Mateus Vital, principal nome no início da temporada, que foi liberado pelo Departamento Médico pela primeira vez após passar por uma artroscopia no joelho. Como não joga desde março, a tendência é que o ex-jogador do Vasco comece no banco. Além disso, o Corinthians deve ter novidades na defesa e no ataque - titular contra o Peñarol, Léo Natel sequer foi relacionado, por exemplo.

"É indescritível, um sonho. Vestia essa camisa de criança, hoje visto dentro de campo e estou prestes a completar 200 jogos. Espero que ela aconteça no clássico e eu possa ajudar o Corinthians. Não vejo a hora de bater essa marca, mas com a cabeça no lugar para dar tudo certo", afirmou o volante Gabriel.

Provável escalação do Corinthians: Cássio, Fagner (João Victor), Jemerson (Gil), Raul Gustavo e Lucas Piton; Gabriel, Camacho, Gustavo Mosquito, Otero (Ramiro) e Luan; Cauê. Técnico: Vagner Mancini.

São Paulo acumula oito vitórias seguidas

Hernán Crespo costuma escalar a equipe de acordo com o adversário, sempre atento ao desgaste físico pela maratona de jogos. Há dúvidas em todos os setores da equipe, mas a tendência é que o veterano Miranda seja mantido na zaga e o jovem volante Rodrigo Nestor volte à equipe.

O principal desafio do tricolor é manter a sequência positiva - cinco partidas sem levar gols e oito vitórias consecutivas após a única derrota na temporada - 2 a 1 para o Novorizontino em 13 de março.

"Trabalho seriamente para poder garantir certa sequência de resultados, mas precisamos manter os pés no chão, com muita tranquilidade. Sabemos que chegarão momentos mais duros, mas estamos preparados para isso", declarou o treinador argentino.

Provável escalação do São Paulo: Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda (Arboleda) e Léo; Igor Vinícius, Luan, Rodrigo Nestor, Benítez (Igor Gomes) e Reinaldo; Luciano (Joao Rojas) e Pablo (Vitor Bueno).

VAVEL Logo