Chapecoense sofre gol em pênalti bizarro, mas vence ABC na Copa do Brasil
Foto: Márcio Cunha/ACF

A Chapecoense venceu o ABC, por 3 a 1, nesta quarta-feira (2), na Arena Condá. O duelo foi válido pela ida da terceira fase da Copa do Brasil. O Verdão saiu na frente com Anselmo Ramon e ampliou com Mike, no primeiro tempo. O Alvinegro diminuiu com Wallyson, de pênalti mal marcado pela arbitragem, mas Mike marcou mais um logo em seguida.

Chapecoense começa pressionando e abre boa vantagem

A Chapecoense começou a partida no esquema 4-3-3, com Anderson Leite, Moisés Ribeiro e Lima no meio, enquanto o trio de ataque foi formado por Mike, Anselmo Ramon e Fabinho. Já o ABC veio no 4-4-2, com Levi, Denner, Vinicius Alexandre e Diego Valderrama no meio e Claudinho e Wallyson na frente.

O Verdão do Oeste começou pressionando e abriu o placar logo aos nove minutos, com Anselmo Ramon. Após cruzamento de Busanello, o atacante mandou a bola para o fundo das redes. Mesmo em vantagem, a equipe seguiu melhor, mas perdeu Anderson Leite aos 20 do primeiro tempo, com lesão na coxa. Ronei entrou em seu lugar.

Seguindo com as melhores chances, aos 33’, a Chape chegou ao segundo gol, com Mike. Após cruzamento de Lima, a zaga do ABC falhou e o atacante aproveitou para balançar as redes. Já o Alvinegro só tentou ameaçar nos minutos finais, com Wallyson, mas a arbitragem marcou impedimento no lance.

ABC diminui, mas Chape garante vitória com Mike

No intervalo, a Chape promoveu mais uma mudança por conta de lesões. Assim, Ravanelli entrou no lugar de Moisés Ribeiro. Já no ABC, o técnico Moacir Júnior fez duas alterações e colocou o volante Marcos Antônio no lugar de Levi e o meia Alan Pedro substituiu Denner. Aliás, logo no início, o Verdão perdeu mais um jogador por lesão e Fabinho deixou o campo para a entrada de Fernandinho.

Na tentativa de diminuir, o ABC assustou aos 13, em cruzamento de Netinho, mas Tiepo mandou para escanteio. O goleiro também fez boa defesa na cobrança de falta de Wallyson, mas, na sequência, o Alvinegro teve um pênalti a seu favor, quando o árbitro viu toque de mão de Derlan na área, que não existiu. Wallyson, que nada tem a ver, cobrou bem e descontou.

No entanto, pouco tempo depois, aos 24, a Chapecoense chegou ao terceiro gol, mais uma vez com Mike. Após cobrança de escanteio, Anselmo Ramon tocou para o meio e o atacante cabeceou para o fundo das redes. Nos minutos seguintes, as equipes promoveram alterações, mas houve apenas mais uma oportunidade de perigo, com Ravenelli, no fim, mas o goleiro Welligton salvou.

E agora?

Com o resultado, a Chapecoense pode até perder por um gol e mesmo assim garante a classificação. Caso o ABC vença por dois gols de diferença, a decisão será nos pênaltis, pois não há mais a vantagem do gol fora de casa. O jogo de volta será na próxima quarta-feira (9), no Frasqueirão, em Natal, às 16h30

A Chapecoense joga na segunda rodada da Série A no domingo (6), às 18h15, contra o Palmeiras fora de casa. No mesmo dia, o ABC estreia na Série D diante do Treze, na Paraíba, às 16h.

VAVEL Logo