Com gol de Bruno José, Cruzeiro bate Juazeirense na
Copa do Brasil
Bruno José marca pela primeira vez na Raposa (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

No primeiro encontro das duas agremiações na história, o Cruzeiro levou a melhor sobre a Juazeirense-BA, no Mineirão, na tarde desta quinta-feira (3). Com gol de Bruno José, a Raposa venceu por 1 a 0 e agora joga pelo empate no segundo jogo da terceira fase da Copa do Brasil.

- Gol e melhores momentos de Cruzeiro (1-0) Juazeirense, pela Copa do Brasil

Estratégia da Juazeirense funciona

De forma surpreendente, o Juazeirense-BA foi superior ao Cruzeiro nos primeiros 45 minutos. A estratégia do time visitante funcionava, por ora. A Raposa era soberana na posse de bola, porém, não sabia o que fazer com ela. Improdutivo. Praticamente nenhuma grande situação criada. O centroavante Bissoli precisava se locomover bastante, para buscar o jogo.

As poucas vezes em que o time celeste atacou, não levou perigo. O Cancão de Fogo, na sua proposta, esperava erros individuais dos defensores do adversário, o que ocorreu. Mas, os atacantes não conseguiam aproveitar as chances.

As melhores oportunidades da partida foram com o camisa 10 Clébson. Na primeira, num chute de fora da área, em que Fábio precisou se esticar para evitar o gol. Na segunda, em um rápido contra-ataque, que o armador finalizou sem marcação e a bola passou próxima à trave.

A chegadas do time baiano preocupavam bastante o veterano goleiro Fábio, que reclamava bastante da marcação dos defensores.

Cruzeiro cresce ofensivamente, e Bruno José decide

Na etapa final, os atletas do Juazeirense-BA não suportaram o ritmo e sofreram com o desgaste físico. A equipe não disputava uma partida oficial há três semanas. Tendo nada a ver com isso, o Cruzeiro, que já mantinha soberania na posse de bola, melhorou nesse quesito.

E com um ingrediente a mais. O time de Felipe Conceição conseguiu criar as situações de gol, que foram quase inexistentes no primeiro tempo. Os melhores ataques ocorreram nos momentos em que a linha de defesa do Cancão de Fogo estava desorganizada.

Nome do jogo, a primeira finalização de perigo foi com Bruno José, num voleio dentro da área. Dois minutos depois, ele conseguiu marcar o primeiro gol com a camisa azul celeste, depois de receber um cruzamento de Bissoli.

Como não houve muitos passes errados dos meias do Cruzeiro, o Juazeirense careceu ainda mais de conseguir contra ataques. O goleiro Fábio praticamente não sujou o uniforme.

E agora?

Para o segundo e decisivo confronto, às 19h do dia 9 de junho, no Adauto Morais, o Cruzeiro avança com qualquer empate. Vitória simples da Juazeirense-BA leva a disputa aos pênaltis. Os baianos avançam no tempo normal se ganharem por dois ou mais gols de vantagem.

Buscando a recuperação da derrota na estreia da Série B, a Raposa entra em campo neste domingo (6), em casa, diante do CRB-AL, às 18h15.

Já o Juazeirense estreará na Série D, fora de casa, contra a Itabaiana. O jogo também ocorrerá no domingo, só que mais cedo, às 16h.

VAVEL Logo