Brasil dita o ritmo e bate Venezuela na estreia da Copa América com grande atuação de Neymar
Foto: Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A busca pelo décimo título da história da Copa América começou no último domingo (13) para a seleção brasileira, que construiu um 3-0 sobre a Venezuela no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, na abertura do grupo B.

Tite aproveitou o terceiro jogo em menos de um mês para fazer experiências na seleção brasileira. Ele promoveu a volta do goleiro Alisson, do lateral-esquerdo Renan Lodi e do meio-campista Lucas Paquetá ao time titular. O jogador do Atlético de Madrid teve liberdade para atacar, atuando mais adiantado, com Gabriel Jesus espetado na direita e Richarlison centralizado e Neymar circulava pelo setor ofensivo, ora vindo de trás ou caindo por um dos lados.

O Brasil controlou as ações (62% de posse de bola e finalizou 18 vezes, contra apenas três da Venezuela). Foram três chances criadas com perigo nos primeiros dez minutos, em cabeçada de Richarlison e tentativas de Gabriel Jesus e Éder Militão. O primeiro gol, no entanto, saiu aos 22, quando outro zagueiro apareceu na área. Após cobrança de escanteio de Neymar pela direita, Marquinhos meteu o pé esquerdo na bola e abriu o placar. Três minutos depois Richarlison balançou a rede, mas a arbitragem assinalou impedimento e anulou o gol.

Richarlison ainda teve outra chance, mas estava adiantado, Neymar também bateu rente à trave, e a Venezuela só chegou ao ataque uma vez, em cabeçada que Alisson defendeu sem susto. 

Na volta do intervalo Tite trocou um lateral pelo outro (Renan Lodi por Alex Sandro), sacou Paquetá e colocou Éverton Ribeiro na direita, e o Brasil teve mais presença ofensiva por aquele lado. Tanto que Danilo se arriscou mais e quando foi à linha de fundo invadiu a área e sofreu o pênalti que Neymar converteu deslocando o goleiro Graterol. Este foi o 67º gol dele pela seleção, o que fez o jogador do PSG tornar-se o segundo maior artilheiro da história da seleção brasileira, com dez a menos do que Pelé.

Tite ainda colocou em campo Gabigol, Vinícius Júnior e Fabinho, e o atacante do Flamengo deixou o dele após boa jogada de Neymar pela esquerda que o camisa 21 completou de peito pro gol.

Classificação e próximos jogos

Brasil e Venezuela voltam a campo na quinta-feira (17), sendo que a seleção de Tite recebe o Peru no Estádio Nilton Santos, na reedição da final da última Copa América, enquanto a seleção Vinotinto pega a Colômbia, que bateu o Equador na estreia por 1 a 0.

VAVEL Logo