Peru domina, bate Equador fora de casa e vence a primeira nas Eliminatórias
Foto: Divulgação / Conmebol

Peru triunfou pela primeira vez nesta terça nas Eliminatórias Sul-Americanas rumo ao Mundial do Catar 2022, ao derrotar o Equador por 2 a 1 em Quito (2.850 metros de altura).

Christian Cueva abriu o placar a favor da seleção peruana no estádio Rodrigo Paz aos 62 minutos. Luis Advíncula fechou o triunfo peruano aos 88'. Gonzalo Plata marcou aos 90+2' para os equatorianos.

Um passe longo e a assistência de Gianluca Lapadula habilitaram para Cueva, que definiu com um toque o primeiro gol peruano. Perto do final, a pressão sobre o Equador ficou mais forte e um passe de Yoshimar Yotún deixou, de bandeja, a bola para Advíncula que fez o 2 a0.

Para salvar a honra, da até agora imbatível 'tricolor', apareceu Plata, que definiu após uma assistência de Michael Estrada.

Equador ficou com 9 pontos e Peru com 4. A 'Bicolor' tinha empatado na primeira jornada do pré-mundial e chegou a uma racha de 4 derrotas consecutivas.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Curiosidades sobre o confronto

Jogando como visitante, Peru ganhou do Equador pela segunda vez consecutiva, ambas em Eliminatórias e sob a liderança de Ricardo Gareca. No comando do treinador argentino, a seleção peruana tem um saldo favorável sobre o Equador: 3 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.

Peru cortou uma racha de 11 partidas oficiais sem triunfos como visitante (5E 6D). Sua última vitória tinha sido, precisamente, contra o Equador (e com o mesmo placar final) nas Eliminatórias para Rússia 2018.

Equador tem uma média de 69.5% de posse contra o Peru, é a marca mais alta da seleção nas Eliminatórias Sul-Americanas, com uma média total de 50.7% de posse.

Moises Caicedo, do Equador, foi o jogador com mais passes certeiros no jogo (59) e alcançou o segundo registro mais alto para um jogador equatoriano nas atuais Eliminatórias, só atrás dos 64 de Robert Arboleda na primeira jornada contra a Argentina.

Contra o Equador, Peru conseguiu seu primeiro triunfo nestas Eliminatórias: foi seu jogo com mais eficácia ante o arco rival (2 gols em 8 finalizações), mas também é o que mais finalizações recebeu (15) e com menos porcentagem de posse (30.5%).

VAVEL Logo