Avaí bate CRB em jogo polêmico e conquista primeira vitória em casa na Série B
Triunfo tira time catarinense do Z-4 (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)

Avaí teve mais de 65% de posse de bola e finalizou oito vezes mais que o CRB, mas só venceu na sétima rodada da Série B graças a um gol impedido nesta sexta-feira (25). Jonathan, aos 45 do primeiro tempo, garantiu a vitória azurra na Ressacada. Os regatianos já jogavam com um a menos desde os 19, quando Renan Bressan foi expulso em outra decisão polêmica da arbitragem.

A partida marcou a estreia de dois jogadores no Avaí: o meio-campista Jean Cleber, ex-Marítimo-POR, e de Copete, que veio do Santos. Ambos entraram no segundo tempo.

Decisões polêmicas

Pressionado pela derrota pesada para o Goiás na última rodada, o Avaí veio com a mesma escalação titular, mas com uma postura totalmente diferente. Antes dos dez minutos de jogo, Lourenço já tinha colocado Diogo Silva para trabalhar, e Edílson havia mandado cobrança de falta na trave. No total, o Leão terminou o primeiro tempo com 13 a zero em finalizações e 75% de posse de bola.

O trabalho dos mandantes, porém, foi facilitado aos 19. Renan Bressan acertou o supercílio de Lourenço com o braço em lance imprudente, mas não muito forte, e o árbitro tirou o amarelo do bolso. Ele, porém, mudou a cor do cartão após ver o corte na testa do jogador avaiano, causando muita reclamação por parte do CRB.

A pressão do Leão continuou, com muitas finalizações que exigiram do goleiro Diogo Silva. Aos 33, Lourenço outra vez fez o arqueiro regatiano tabalhar, e, cinco minutos depois, foi a vez de Diego Renan parar em defesa importante após receber passe por elevação de Vinícius Leite dentro da área.

O gol do Avaí, porém, só saiu em um lance polêmico. Jonathan, impedido, disputou a bola após cruzamento da direita, mas Frazan cortou. Na sequência, o camisa 9 recebeu de Wesley, girou e bateu cruzado para fazer o 1 a 0.

Avaí domina, mas leva susto no fim

O panorama se manteve durante quase a etapa final completa. O Avaí conseguiu 11 a três em finalizações e manteve um alto índice de posse de bola, com o CRB sem muitos argumentos para ameaçar. As alterações de Claudinei Oliveira, como as entradas de Jean Cleber, Copete e Getúlio, mantiveram o time com o fôlego e ímpeto para buscar o segundo gol.

Aos 12, Jonathan acertou o travessão em chute da entrada da pequena área, em lance que iniciou com Renato, que fez o goleiro trabalhar. A primeira finalização do CRB no jogo veio três minutos depois, quando Reginaldo arriscou forte, perto do gol.

Jean Cleber teve outra boa chance para ampliar aos 19, após cruzamento de Vinícius Leite, mas o Avaí, apesar do domínio, não conseguiu ampliar. Aos 40, quando o CRB já começava a se soltar, o Leão teve nova oportunidade de contra-ataque, mas o chutaço de Lourenço foi parado por Diogo Silva.

As entradas de Erik e Nicolas Careca, promovidas por Allan Aal, deram outra dinâmica ao CRB, que conseguiu pressionar no fim.

Aos 42, Guilherme Romão, um dos jogadores mais influentes do Galo no jogo, cruzou rasteiro da esquerda, Erik tocou no contrapé de Gleson e acertou a trave. O lateral apareceu outra vez aos 44, mas Careca não alcançou o cruzamento. Nos acréscimos, os alagoanos conseguiram no abafa assustar o Leão, mas não evitaram a derrota.

Classificação e próximos compromissos

Com a primeira vitória como mandante em três jogos, o Avaí deixa o Z-4 e sobe aos sete pontos, no 13º lugar, ainda com um jogo a menos. Já o CRB soma dez e está, por enquanto, no sexto lugar.

O Avaí volta a campo na quarta-feira (30) para enfrentar o Londrina, no estádio do Café, às 19h. Um dia antes, às 21h30, o CRB joga no Rei Pelé diante do líder Náutico.

VAVEL Logo