Fim da linha! Fernando Diniz não é mais técnico do Santos
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Após a sequência negativa, o Santos e a derrota para o Cuiabá, no sábado (4), o demitiu o técnico Fernando Diniz neste domingo (5). 

O treinador já sofria uma enorme pressão por parte da torcida santista e de alguns conselheiros do clube que eram a favor da sua demissão. Mas o diretor executivo Marcio André Mazzuco vinha dizendo que Diniz precisava de sequência e iria ter uma semana para treinar a equipe, que agora teria os reforços à disposição.

O Alvinegro sofreu um novo revés dessa vez diante do Cuiabá e segue com 22 pontos, quatro pontos à frente do América-MG que abre o Z-4 do Campeonato Brasileiro

Nos últimos nove jogos, o Peixe somou apenas uma vitória, três empates e cinco derrotas e sua última vitória foi no dia 1º de agosto diante da Chapecoense, na Arena Condá, o primeiro triunfo como visitante no Brasileirão.

Trajetória de Diniz

Fernando Diniz assumiu o Santos no dia 10 de maio, após o técnico Ariel Holan pedir demissão em abril. Ao todo, o Diniz comandou 31 jogos do Alvinegro conquistando 11 vitórias, oito empates e 12 derrotas. Um aproveitamento de 44%.

Apesar de ter sido eliminado na fase de grupos da Libertadores e nas quartas de final da Copa Sul-Americana, o presidente Andrés Rueda manteve a confiança no trabalho do treinador, mas desde a goleada sofrida para o Flamengo, ele vem sofrendo uma forte pressão e o time além de seguir oscilando, não consegue apresentar bom futebol.

Alguns conselheiros já sugerem Fábio Carille como um bom nome, acostumado a trabalhar com elencos limitados no Corinthians.

No próximo sábado (11), o Santos recebe o Bahia, na Vila Belmiro, pelo returno do Campeonato Brasileiro e em busca de conseguir a recuperação na competição.

VAVEL Logo