Avaí suporta pressão da URT e segue na Copa do Brasil
Foto: André Palma Ribeiro/Avaí

Nesta terça-feira (22), o Avaí se classificou à segunda rodada da Copa do Brasil após empate contra a URT no Zama Maciel por 1 a 1. O Leão da Ilha abriu o placar com Muriqui, e Cebolinha empatou para os mineiros.

Domínio absoluto e paredão concentrado

O que se esperava para a partida desta noite era um Avaí superior ao adversário, mesmo jogando fora de casa. No entanto, foi exatamente o oposto.

Na primeira etapa, a URT partiu pra cima do Avaí desde o primeiro minuto de maneira avassaladora. Em passes envolventes e buscando achar espaços na defesa, os mineiros apostavam na velocidade. A primeira grande chance foi criada pela ponta esquerda, mas na defesa do goleiro, a bola sobrou na ponta direita e depois de cruzamento, Daniel perdeu uma grande oportunidade de abrir o placar. Pouco depois, Clesio Henrique recebeu um ótimo passe do seu camisa 10 na entrada da área e bateu de primeira, mas lá estava Douglas para mandar pra escanteio.

O jogo se manteve totalmente sobre controle dos mineiros na primeira etapa, e isso ficou ainda mais evidente chegando no terço final. Com uma sequência de bombardeios pra cima do Leão da Ilha, a URT chegou com grande perigo uma vez mais. Na oportunidade, Douglas espalmou para entrada da área e Bruno Henrique dominou e bateu cobrindo o goleiro, mas a bola passou por cima do gol.

Já nos acréscimos, um contra-ataque "achado" pelo Avaí quase gerou o primeiro gol da partida. Muriqui recebeu nas costas da defesa adversária, entrou na área e cavou por cima do goleiro, mas a bola bateu na trave e o defensor afastou em seguida.

Gana, conforto e susto

A segunda etapa começou completamente diferente para ambas as equipes. O Leão da Ilha acordou, foi pra cima da URT como se a vida dos jogadores dependessem daquela partida. Já o adversário, passou a sentir a pressão e recuou nos primeiros minutos. Logo no início do segundo tempo, Muriqui teve uma ótima oportunidade de fora da área, mas não passou do goleiro. Pouco depois, nova oportunidade, desta vez com Bruno Cortez. O lateral estava próximo da  entrada da área, caindo pela ponta esquerda, onde mandou um foguete no ângulo, mas Gustavo voou para evitar o gol. O time da casa parecia atordoado e sem reação.

Alguns minutos mais tarde, falta pela ponta esquerda na intermediária para os mineiros. Na cobrança, a bola viajou e desviou no defensor avaiano, mandando a bola no travessão. No rebote, Evair tenta chutar, mas Douglas salva novamente a pátria. Na sequência, nova chance para os donos da casa com Euller, que também desperdiçou.

Como diz o ditado, quem não faz, leva. Não deu outra. Algum tempo depois, Muriqui recebeu no centro e foi carregando a bola para o ataque. Contando com a sorte, o atacante tentou efetuar o passe para o companheiro, mas involuntariamente, tabelou com o adversário e saiu de cara pro gol, abrindo o placar para o Leão, que jogava por um empate. 

Uns bons minutos depois, após fazer mudanças significativas, a URT voltou a pressionar o Avaí, até que com Cebolinha pela ponta esquerda, chegou ao gol. Aquele resultado incendiara a partida e trouxe a torcida para o seu lado, cantando cada vez mais alto. No entanto, não foi o suficiente para evitar a eliminação.

Ambulância em campo

Já dentro dos acréscimos, em excesso de vontade, dois jogadores — um de cada time — se chocaram no ar e Vinícius Leite, do Avaí, levou a pior. Na ocasião, o atleta da URT subiu e trombou com o jogador adversário no ar, acertando na sua cabeça, fazendo com que o mesmo caísse desacordado e começando a tremer pouco depois.

A maca e os médicos foram acionados, mas só depois da primeira observação foi solicitada a ambulância. O meia Vinicius Leite no momento da ida à ambulância já conversava um pouco com os médicos e aparentava estar um pouco melhor do ocorrido.

Classificação e próximos compromissos

Com a classificação, o Leão da Ilha aguarda o jogo entre Ceilândia e Londrina, que será realizado quarta-feira (2).

O Avaí volta à campo no sábado (26), contra o Figueirense no Orlando Scarpelli, às 16h30. A URT volta à campo no sábado (5), contra o Athletic no Joaquim Portugal, às 15h.

VAVEL Logo