Zebra na Ressacada: Ceilândia marca no fim e elimina Avaí da Copa do Brasil
Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC

Mais uma zebra na Copa do Brasil 2022 aconteceu na Ressacada nesta quinta-feira (10). O Ceilândia marcou aos 44 do segundo tempo e eliminou o Avaí com uma vitória por 2 a 1, em Florianópolis, garantindo vaga à terceira fase pela primeira vez na história. O Gato Preto ainda garante R$ 1,9 milhão em premiação.

Crystian abriu o placar para o Gato Preto, Morato empatou, mas, na reta final, Vidal decidiu o placar em Floripa. Bruno Silva e Ygor, um de cada time foram expulsos no fim do primeiro tempo. Já nos acréscimos da segunda etapa, Morato também recebeu cartão vermelho.

Jogo atrasado

A partida, marcada para às 21h30, começou atrasada por causa das chuvas em Florianópolis. O árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo esperou uma hora até autorizar o início do jogo.

Gols em sequência

O Avaí se adaptou melhor ao gramado pesado e, principalmente com Rômulo, conseguiu prender a bola no campo de ataque por mais tempo e chegar com mais perigo no início. Já o Ceilândia aproveitou de certa instabilidade da proteção à defesa dos mandantes e conseguiu algumas chances.

A primeira chance foi do Gato Preto. Aos 7, Crystian limpou a jogada pela direita e chutou forte de canhota, mas Douglas salvou. Em alguns momentos, o Avaí conseguiu construir com certa qualidade apesar da chuva, só que foi prejudicado na hora da finalização.

Do outro lado, o Ceilândia, com jogadores rápidos pelos lados, conseguia assustar. Aos 19, após cruzamento de Cabralzinho, Crystian apareceu dentro da área após dividida de Betão e Romarinho e finalizou forte. Douglas chegou a tocar na bola, mas não evitou o primeiro do jogo.

A resposta do Avaí, porém, foi imediata. No minuto seguinte, após chutão da defesa, Muriqui desviou de cabeça e bola sobrou para Morato, que encheu o pé e fez 1 a 1. 

Queda de volume e expulsões

Aos 33, Matheus Kayser se perdeu após quique da bola na área e Morato apareceu para finalizar, mas errou o alvo. O Ceilândia voltou a assustar em cobrança de falta de Tarta aos 36, que foi defendida por Douglas com segurança.

A segunda metade do primeiro tempo foi de menos volume de chances e de mais disputas. Já na reta final do primeiro tempo, uma confusão deixou os dois times com um a menos. Bruno Silva, do Avaí, e Ygor, do Ceilândia, trocaram empurrões e acabaram recebendo vermelho direto. Adelson de Almeida mudou imediatamente seu time, com a entrada de Fernando Gomes na vaga do estreante Watthimem para reposicionar a defesa.

Castigo no fim

A segunda etapa teve o Avaí tomando a iniciativa, mas não conseguiu superar o goleiro Matheus Kayser. Copete passou a atuar mais pelo meio por causa da expulsão de Bruno Silva, e Morato e Rômulo continuaram os jogadores mais perigosos na frente. Logo aos 5, Rômulo recebeu ótimo passe de Muriqui e cruzou rasteiro para trás, mas a bola passou por Morato e Copete.

O Avaí tentou trabalhar mais pelo meio, mas não conseguiu superar a defesa alvinegra. Aos 21, Morato recebeu bola de Copete dentro da área, driblou a marcação e chutou de pé direito, mas mandou no lado de fora da rede.

O técnico Eduardo Barroca tirou do banco jogadores jovens - Gustavo e Adiel -, que têm pouca experiência e acabaram diminuindo a qualidade do ataque avaiano. Seis minutos depois, Lourenço cobrou falta com categoria, mas bola passou à esquerda.

Na reta final, o Avaí seguiu mais presente no ataque, mas o Ceilândia passou a conseguir algumas escapadas, até por conta de mudanças ousadas de seu técnico. Aos 42, após cruzamento de Guarujá, Thiago Magno tocou de cabeça para o meio e Vidal apareceu para completar quase em cima da linha, mas mandou por cima.

Na próxima oportunidade que teve, o Ceilândia não vacilou. Após cruzamento da direita, a defesa do Avaí cortou parcialmente e Vidal encheu o pé, marcando um golaço: 2 a 1. No lance seguinte, Morato foi expulso após se desentender com Cabralzinho e, sem forças, o Leão acabou eliminado pela equipe da Série D diante de sua torcida.

O que vem por aí

O Ceilândia, classificado à terceira vez pela primeira vez em sua história, aguarda sorteio para saber quem será seu próximo adversário.

O Avaí volta a campo contra o Brusque no domingo (13), às 18h30, pelas quartas de final do Campeonato Catarinense. O Ceilândia joga pelo estadual do Distrito Federal na segunda-feira (14) diante do Gama, em casa, às 15h30.

VAVEL Logo