Zé Ricardo avalia derrota e já projeta segundo jogo na semifinal do Carioca
Foto: Rafael Ribeiro / Vasco

No duelo do jogo de ida da semifinal do Campeonato Carioca, o Vasco perdeu o clássico para o Flamengo por 1 a 0 na noite desta quinta-feira, deixando a situação do time mais complicada, já que tem que vencer com dois ou mais gols de diferença no jogo de volta para se classificar. Após a confronto, o técnico Zé Ricardo comentou sobre a partida e a perspectiva para o segundo jogo.

Analisando o jogo, Zé Ricardo disse que no primeiro tempo a estratégia não deu certo. O time teve dificuldades na saída de bola, na troca de passes e para avançar para o campo ofensivo, deixando o Vasco sem nenhuma finalização no primeiro tempo. No segundo tempo, a equipe corrigiu suas falhas e melhorou em campo, dando um bom cenário para o jogo de volta.

“Realmente no primeiro tempo, não encontramos tempo de marcação e saída de bola. As duas saídas que tivemos o Flamengo matou, tanto que dois atletas deles (Andreas e Matheuzinho) tomaram cartão amarelo em menos de 5 minutos. Montamos uma estratégia, mas acabou não sendo tão feliz. No segundo tempo corrigimos e acredito que fizemos um segundo tempo que nos dá a certeza de que podemos fazer um grande jogo no domingo”, disse Zé.

Não faltou elogios a torcida do Vasco pelo Zé Ricardo, ele disse que o maior jogador da equipe hoje foi a torcida e que essa força que vem de fora, da força para o time. Também espera que os torcedores façam o mesmo no domingo para a equipe entrar em campo mais energizada.

Zé Ricardo ainda falou sobre o pênalti polêmico marcado pelo Flamengo através do VAR que resultou o gol da vitória da equipe.

“No jogo passado contra o Flamengo, falamos sobre arbitragem, até reclamaram que eu falei, que eu não tinha visto o lance. É um lance até hoje eu olho e que deixa uma dúvida. O que deixa a gente chateado é o critério, em 20 segundos no jogo passado foi decidido que não tinha que ir ao VAR e agora a gente fica três, quatro minutos parado para ir ao VAR. E quanto a gente vai falar com alguém da arbitragem, eles dizem que é interpretativo. Então tudo é interpretativo. Eles falam que quando é movimento natural, não é considerado pênalti. Se aquele movimento do Anderson Conceição subindo para disputar uma bola com a mão no prolongamento do corpo abaixo do peito não for natural, como que as pessoas querem que ele suba? Com as mãos para trás”, seguiu o técnico.

Montagem do time

Um dos maiores questionamentos da torcida é a escalação do Vasco, com jogadores em posições diferentes, como lateral Weverton que atuou como ponta e o Zé falou sobre isso.

“A gente busca o histórico do jogador. O Weverton já atuou de atacante, estamos tendo uns problemas de muitos jogos em sequência, poucas semanas cheias, alguns jogadores desgastados. Perdemos o Getúlio (lesionado), ficamos com poucas opções. Como Figueiredo jogou o jogo todo no domingo passado, a gente entendia que para o segundo tempo ele poderia estar mais recuperado para jogar pelo lado do campo”.

Apesar da fraca atuação, o Vasco é o adversário que mais dá trabalho para o Flamengo esse ano. E o Zé Ricardo acredita que um clássico sempre motiva e que o nível de concentração já vem naturalmente. Também disse que o segundo tempo mostrou o que o Vasco pode render e que quer ver o time começar um jogo como jogou o segundo tempo hoje.

Projeção do jogo de volta

Zé termina falando sobre o segundo jogo e a necessidade de fazer pelo menos dois gols de diferença para se classificar.

“Vamos trabalhar e tentar traçar uma estratégia para isso, mas não podemos sair de qualquer forma, porque temos pela frente um adversário perigoso e que é um time letal. Temos que ter equilíbrio, entender que evoluímos do primeiro para o segundo tempo, pode ser um fator para dar confiança. Tenho certeza que com o grupo que temos, com a maneira que vem treinando, com a maneira que entramos no vestiário depois do jogo, não vai ser difícil trabalhar, principalmente a parte mental, para fazer uma grande partida no domingo”, concluiu.

O jogo de volta da semifinal do Carioca será no domingo às 16h, no Maracanã.

VAVEL Logo