Após mais uma vitória do Cruzeiro na Série B, Pezzolano pede pés no chão
Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Com recorde de torcida no Mineirão em 2022, na tarde desta quinta-feira (16), o Cruzeiro registrou 2 a 0 em cima da Ponte Preta, jogo válido pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o Cruzeiro se isolou ainda mais na liderança com 31 pontos. Paulo Pezzolano se tornou o técnico estrangeiro com mais jogos pelo Cruzeiro na história. O uruguaio atingiu 31° compromissos no comandando da Raposa e ultrapassou Filipo Nunez.

Após o jogo, Pezzolano fez uma breve análise sobre o jogo. "Hoje jogar no Mineirão foi muito forte, aliás pela torcida, estádio cheio, esses detalhes fazem muito a diferença."

Apesar de ter percorrido metade do caminho na pontuação, Paulo Pezzolano sabe que a chave para efetivar a classificação é manter os pés no chão e o foco no trabalho.

"Se você achar que está tudo pronto, que fizemos esses pontos e vamos subir, você está errado. Porque não temos os pontos para conquistar isso. Cada um, todos os dias, tem que trabalhar esse sonho interno com um objetivo claríssim".

Esperanças Renovadas

A notícia da renovação de contrato do técnico uruguaio alegrou os torcedores cruzeirenses, o vínculo foi estendido até o fim de 2023 dá a Pazzolano a possibilidade de manter no Cruzeiro a metodologia de trabalho, que prega intensidade e vontade de vencer.

"A respeito da renovação, estou muito feliz. Eu vim aqui com um propósito de que os jogadores tentem levar para dentro de campo o que minha cabeça gosta. Estou convencido que é o melhor pra ganhar.Falo sempre, gosto de ver o jogo como torcedor. Se eu fosse torcedor do Cruzeiro, eu queria ver os jogadores do Cruzeiro intensos, jogando a bola para frente, agressivos, sempre para frente, seja o rival que seja. Isso é o que gosto é o que falo sempre, sou um treinador, e todos gostamos de ganhar. Mas eu escolho como gostaria de perder, se perdemos o jogo trabalhando, então fico tranquilo".

Próximo compromisso 

Pazzolano demostrou tranquilidade e seu foco no tão querido acesso, mas comentou sobre o próximo compromisso contra o Fluminense.

"Fernando Diniz é um treinador muito bom, tem muito jogo, muito volume de passe de bola, tem muitos jogadores espertos. Nós tentamos fazer um jogo mais agressivo, mais intenso, mais dinâmico, mais vertical. Eles tem mais paciência na bola, esse é o diferencial, tem jogadores de grande potencial e nós sabemos o que vamos enfrentar, mas vamos aproveitar cada jogada".

O Cruzeiro agora volta a suas atenções para Copa do Brasil, na próxima quinta-feira (23), às 19h, o clube mineiro enfrentará o Fluminense, no Maracanã, pelo jogo de ida das oitavas de final do torneio mata-a-mata.

VAVEL Logo