Jorginho cita dolorosa derrota contra Sampaio Corrêa, mas destaca: "Tem que acreditar sempre"
Reprodução | Vasco 

Nesta quinta-feira (26), o Vasco perdeu para o Sampaio Corrêa de virada, por 3 a 2, em jogo válido pela 37ª rodada da Série B em São Januário. Após o jogo, o técnico Jorginho lamentou o resultado na partida que poderia garantir o acesso para a primeira divisão.

"Sabemos que vamos aguardar até amanhã, mas já temos que estar começando a preparar a mente e o coração para uma decisão. Claro que vamos estar amanhã torcendo para que as coisas aconteçam bem lá em Londrina. Como profissional precisamos estar preparados para isso. É muito simples quando as coisas acontecem bem, que a torcida está apoiando, todo mundo aplaudindo e a gente está junto, unido. Esse é o momento mais importante, é o que eu falei para os jogadores. A gente precisa se unir. Uma derrota, dolorosa, todo mundo sente, a gente sente a dor do torcedor. Mas nós somos profissionais, temos personalidade forte, homens de caráter, e a gente vai em busca do nosso objetivo."

"Se por acaso acontecer uma vitória do Ituano amanhã a gente vai para trazer o acesso no campo deles. Sabemos que vai ser muto difícil, vai ser uma batalha literalmente. Mas acredito muito no elenco. Ao mesmo tempo que a gente perdeu o primeiro jogo em casa no ano, a gente não tinha uma virada há mais de 400 dias, viramos um fora de casa e um fora. Esse é o futebol, a gente tem que acreditar sempre, colocar a coisa para cima. A gente sente muito a derrota, mas ela nos ensina," completou.

Jorginho ainda explicou sobre sua opção de começar com Palacios e Nenê como titulares nos lugares de Yuri Lara e Alex Teixeira.

"Há três semanas o Yuri vem sofrendo dores no púbis. Inclusive ele não treinou ontem, para que pudesse pelo menos ter condições de ter meio tempo do jogo. Ele tem jogado no sacrifício. Também foi opção nossa, já que tanto no jogo contra o Sport e o Criciúma o Palácios entrou e deu mobilidade maior para a equipe. Conseguimos empatar o jogo lá e uma virada. Então essa foi a opção. O Yuri conversou com médicos, comigo, e a gente tomou a decisão de segurá-lo. Esse foi o pensamento", disse ele.

Com 59 pontos, o Vasco ocupa a terceira colocação na classificação da segunda divisão e ainda pode garantir o acesso nesta sexta-feira. Para isso, precisa que Londrina e Ituano empatem e que o Sport não vença o Operário. Caso não aconteça, a decisão vai ficar para a última rodada, no confronto direto com o Ituano, no domingo (6), às 18h30.

VAVEL Logo