Éverton decide clássico e Flamengo vence Vasco da Gama em São Januário após 44 anos

Rubro-negro carioca atinge vice-liderança na Série A, enquanto cruzmaltinos sofrem segunda derrota em casa; final da partida foi marcado por confusão

Éverton decide clássico e Flamengo vence Vasco da Gama em São Januário após 44 anos
Foto: Alexandre Loureiro/Getty Images
Vasco
0 1
Flamengo
Vasco: Martín Silva; Gilberto, Rafael Marques, Paulão e Henrique; Wellington, Bruno Paulista, Yago Pikachu (Manga Escobar, min. 65), Matheus Vital (Vagner, min. 55) e Nenê; Luís Fabiano. Técnico: Milton Mendes.
Flamengo: Thiago; Rodinei, Rafael Vaz, Rhodolfo (Léo Duarte, min. 18 [Rômulo, min. 67]) e Trauco; Márcio Araújo, Cuéllar, Éverton Ribeiro, Diego e Éverton; Paolo Guerrero (Leandro Damião, min. 60). Técnico: Zé Ricardo
Placar: 0-1, Éverton, min. 62.
ÁRBITRO: Anderson Daronco (RS), auxiliado por Rafael da Silva Alves (RS) e Élio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS) | Cartões amarelos: Paolo Guerrero (FLA, min. 3), Paulão (VAS, min. 7), Luís Fabiano (VAS, min. 30), Nenê (VAS, min. 34)
INCIDENCIAS: Clássico dos Milhões válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2017, disputado na tarde deste sábado (8), em São Januário.

O que parecia ser um alçapão vascaíno não foi o suficiente para impedir a vitória do Flamengo e o fim de um longínquo jejum. Em Clássico dos Milhões disputado na noite deste sábado (8), o rubro-negro levou a melhor sobre o Vasco da Gama por 1 a 0, com gol assinalado por Éverton. O duelo foi válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2017.

Com o resultado, o tabu do Urubu de não vencer o rival foi encerrado depois de 44 anos. Além disso, a equipe assumiu a vice-liderança do Brasileirão, com 23 pontos ganhos, e espera ficar na segunda colocação a depender dos resultados que complementam a rodada. Por outro lado, o time cruzmaltino sofre a segunda derrota em casa no torneio nacional e por enquanto permanece no sexto lugar, com 16 pontos.

A nota triste foi a confusão após o apito final. Objetos, bombas e pedras atiradas por torcedores do Vasco resultaram em conflito com a polícia, o que retardou a entrada dos jogadores do Flamengo e da arbitragem no vestiário, além de provocar destruição ao patrimônio de São Januário, prisões e feridos. A confusão também se estendeu aos arredores do palco esportivo.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco irá medir forças contra o Vitória, às 21h45 da quarta-feira (12), no Barradão, em Salvador/BA. O Flamengo, por sua vez, encara o Grêmio, em duelo válido pela vice-liderança do Brasileiro, às 19h30 da quinta-feira (13), no Estádio Luso-Brasileiro.

Foto: Alexandre Loureiro|Getty Images

Poucas emoções

O começo do jogo foi marcado por faltas, cartões e jogadores lesionados. Paolo Guerrero, Paulão e Nenê foram advertidos com cartão amarelo nos primeiros 15 minutos. Além disso, Rhodolfo saiu com lesão no músculo adutor da coxa e desfalcou a zaga, que não contou com Réver, com gastroenterite. Nesse ínterim, o Vasco controlava os espaços e se protegia contra os contra-ataques rubro-negros. 

A primeira boa finalização veio com Luís Fabiano, quando o centroavante passou por Rafael Vaz, cortou para o meio, arriscou de longe e mandou por cima da meta. A resposta rubro-negra veio com tabela entre Éverton Ribeiro e Diego. O camisa 10 girou e bateu. A pelota desviou na zaga e saiu. Apesar de ter mais presença ofensiva, os cruzmaltinos não levaram perigo à defesa rubro-negra. Tanto que quem chegou com perigo foi o Urubu. Bruno Paulista saiu errado, Paolo Guerrero ficou com a sobra e arriscou de longe, para a defesa de Martín Silva. 

No fim do primeiro tempo, o técnico Milton Mendes trocou as posições de Yago Pikachu e Nenê. A reação inicial foi boa. Pikachu acionou o camisa 10 na ponta e o jogador cruzou, mas ninguém aproveitou para completar o lance.

Foto: Alexandre Loureiro|Getty Images

Flamengo vence pela eficiência

O Flamengo pressionou no começo do segundo tempo em busca do gol, importante para a construção do triunfo. Logo no começo, Paolo Guerrero fez boa jogada dentro da área e bateu cruzado. Martín Silva espalmou e nenhum flamenguista chegou para completar o rebote. Apesar desse lance, as oportunidades eram raras, mesmo com maior posse de bola dos visitantes.

O Vasco chegou a balançar as redes. Aos 14 minutos, Pikachu marcou após troca de passes, mas a arbitragem anulou o lance ao alegar falta cometida por Luís Fabiano. A resposta foi dura. No primeiro lance, Andrey saiu mal, Éverton Ribeiro ficou com a bola e tocou para Diego. O meia chutou e a zaga afastou. Mas na jogada seguinte, não teve chance para a defesa se defender. Depois de boa jogada feita por Éverton Ribeiro, a bola foi cruzada na área e Éverton desviou de cabeça para abrir o placar.

O empate quase aconteceu aos 20, quando Luís Fabiano recebeu e finalizou bem de voleio, mas Thiago fez boa defesa ao espalmar para o lado. O Vasco tinha grande dificuldade para criar jogadas. Com isso, dava espaços ao Flamengo contra-atacar e o rubro-negro chegava perto de ampliar. Éverton puxou contra-ataque, Leandro Damião recebeu na área e acionou Éverton Ribeiro com passe de calcanhar. Mas o meia demorou para finalizar e desperdiçou a chance.

Os donos da casa tentaram o empate, mas não chegavam ao gol do Flamengo, que trocava passes e fazia o tempo correr com o jogo cadenciado. Luís Fabiano se esforçava para resolver na individualidade, mas não teve bom aproveitamento. Por isso, o Flamengo venceu pela eficiência e conseguiu o resultado positivo, o quatro triunfo consecutivo.