Seleção VAVEL do Campeonato Carioca 2015
(Foto: Editoria de Arte/Marcello Neves)

Seleção VAVEL do Campeonato Carioca 2015

Após muitas polêmicas, críticas e gols, o Campeonato Carioca 2015 chega ao fim. Figura presente na cobertura do torneio, a VAVEL Brasil tem orgulho de apresentar a sua Seleção

MarcelloNeves
Marcello Neves

Chegou ao fim o Campeonato Carioca 2015. Após 15 rodadas e quatro duelos eliminatórios, o Vasco da Gama derrotou o Botafogo na decisão e saiu com o título estadual após 12 anos. Pela Copa Rio, coube ao Madureira a honra de sair com o troféu.

Figura presente na cobertura do evento, a VAVEL Brasil apresenta sua premiação para os destaques do torneio. Analisamos a Seleção do Campeonato, além de definirmos o melhor técnico, o craque, a revelação, a decepção, o gol mais bonito e lembrar dos lances mais marcantes e polêmicos desde início de temporada.

Seleção do Cariocão 2015

Goleiro: Martín Silva (Vasco da Gama)

Mesmo revezando entre Seleção Uruguaia e Vasco da Gama, Martín Silva conseguiu ser destaque no Campeonato Carioca. Dizem que todo bom time começa com um goleiro, e ele não é excessão. No clube desde 2014, resolveu os problemas em uma posição carente e logo tornou-se ídolo por parte da torcida. Sendo um dos menos vazados do Estadual, realizou boas defesas ante Flamengo e Botafogo, feitos que colaboraram diretamente para conquista do título.

(Foto: Getty Images)

Lateral-direito: Madson (Vasco da Gama)

Madson chegou no Vasco da Gama junto ao pacotão de reforços no início da temporada. Inicialmente sem espaço, foi cativando o técnico Doriva nos treinos e virou titular após boas atuações nas poucas oportunidades que teve. Efetivado na lateral-direita, tornou-se peça principal na parte ofensiva e líder de assistências da equipe cruzmaltina. Suas subidas ao ataque foram o diferencial para vencer seus concorrentes diretos a esta premiação.

(Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

Zagueiro: Rodrigo (Vasco da Gama)

Xerife. Rodrigo formou a melhor dupla de zaga do Campeonato Carioca junto a Luan, outro destaque da competição. Muitas vezes sacrificado e sendo deslocado para ficar no mano a mano com atacantes mais rápidos e habilidosos, deu conta do recado. Marcelo Cirino, Bill, Jóbson, Fred e tantos outros passaram em branco quando o enfrentaram. Além da competência defensiva, conseguiu marcar seus gols em bolas paradas lá na frente.

Zagueiro: Luan (Vasco da Gama)

Tido por muitos, e pela própria VAVEL, como o melhor jogador do Campeonato Carioca. Luan é o zagueiro que todos gostariam de ter em seu time. Jovem, veloz, com um excelente poder de reação e com muitos tempo para se aprimorar. Ao lado de Rodrigo, formou a melhor dupla de zaga do Campeonato Carioca e ainda conseguiu marcar seus gols na parte da frente, incluindo clássicos como contra o Fluminense.

(Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

Lateral-esquerdo: Thiago Carleto (Botafogo)

O Botafogo modificou dezenas de peças em seu elenco após o rebaixamento em 2014. Entre os novos reforços, Thiago Carleto se sobressai. Dono de uma potente perna esquerda, algo que o caracterizou como cobrador de faltas ao longo dos anos, o lateral-esquerdo não enfrentou grandes concorrentes no Campeonato Carioca, mas mostra competência para sair com o título. O torcedor alvinegro aprovou a contratação.

Meiocampista: Willian Arão (Botafogo)

O coringa de René Simões e o maior achado alvinegro neste início de temporada. À primeira vista, Willian Arão sequer passou na lista de cogitados para ser titular do Botafogo. Hoje, é peça fundamental na rotatividade do meio-campo. Autor do gol decisivo contra o Fluminense, no primeiro jogo da semifinal, onde mostrou seu poder de elemento surpresa, chamou a atenção e conseguiu se destacar no Campeonato Carioca

(Foto: Divulgação/Botafogo)

Meiocampista: Rodrigo Lindoso (Madureira)

O remanescente dos pequenos do Rio de Janeiro e um dos responsáveis pela campanha do Madureira neste Campeonato Carioca. Sem grandes oportunidades no Fluminense, Rodrigo Lindoso é figura carimbada no Estadual há algum tempo, mas conseguiu atingir o ápice de seu futebol em 2015. Já cogitado por clubes da Série A, o meiocampista deixará saudades para os torcedores do Tricolor Suburbano.

(Foto: AGIF)

Meiocampista: Gérson (Fluminense)

Primeiramente, é importante afirmar que existe uma carência de armadores no futebol carioca. Por outro lado, o jovem Gérson foi um dos poucos que conseguiu exercer esta função com regularidade aceitável. Após perder vários nomes no elenco, o Fluminense encontrou em sua promessa o desafogo que precisava para avançar às semifinais do Campeonato Carioca. O meiocampista ainda tem muito a crescer, mas já encontrou seu espaço no Tricolor das Laranjeiras.

(Foto: Gazeta Press)

Meia-atacante: Marcelo Cirino (Flamengo)

Destaque no Atlético-PR jogando como ponta, Marcelo Cirino teve de readaptar no Flamengo. Escalado por Vanderlei Luxemburgo em uma posição mais central, foi obrigado a se movimentar com mais inteligência e cobrir espaços que antes não eram de sua responsabilidade. Quem acreditava que não daria certo, se enganou. O reforço rubro-negro foi um dos artilheiros do Campeonato Carioca e infernizou as defesas adversárias.

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Atacante: Fred (Fluminense)

De cone da Copa do Mundo à artilheiro das duas competições seguintes que disputou. O Brasileirão 2014 já havia demonstrado que Fred não merecia tamanhas críticas que recebeu, enquanto o Campeonato Carioca tratou de cravar isso de uma vez por todas. Com a saída de Conca, tornou-se a principal referência tricolor dentro de campo e seus 11 gols foram fundamentais para a campanha do Fluminense na competição.

(Foto: Bruno Haddad/Fluminense FC)

Atacante: Gilberto (Vasco da Gama)

Não existe tempo de adaptação ou entrosamento com a equipe para Gilberto. Chegou para sumprir a carência de atacantes no Vasco da Gama já durante a competição deu conta do recado. Apresentado e em campo logo depois. Gol na estreia e por tantas outras partidas que realizaria. Na decisão, anotou o gol do título vascaíno, além do pênalti que eliminou o Flamengo na semifinal. Artilheiro cruzmaltino com 9 gols.

(Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

Técnico: Doriva (Vasco da Gama)

Exemplo puro de técnicos da nova geração que tem tudo para evoluir no futuro. Campeão Paulista de 2014 com o limitadíssimo Ituano, mostrou que tem culhão para assumir time grande e levou o Vasco da Gama ao título estadual após 12 anos de espera. Se um treinador no Rio de Janeiro merece os parabéns, este é Doriva

Com isso, a Seleção VAVEL do Campeonato Carioca fica definida desta forma: Martín Silva; Madson, Rodrigo, Luan, Thiago Carleto; Willian Arão, Rodrigo Lindoso, Gérson; Marcelo Cirino, Fred, Gilberto; Doriva.

(Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

Destaques do Cariocão 2015

Craque do Cariocão: Luan (Vasco da Gama)

Você não o verá marcando golaços, dando dribles desconcertantes ou tendo suas camisas sendo compradas pela torcida. Luan é zagueiro e cumpre seu papel, apenas. Porém, em um Estadual de nível técnico baixíssimo e sem um destaque enfático ou espetacular, a VAVEL decidiu premiar a qualidade unida de um belo trabalho apresentado. Após debate entre os editores, ficou decidido que o vascaíno seria o Craque do Campeonato Carioca. Não por ser o melhor defensor do planeta, mas por mostrar que, mesmo em um Cariocão à beira do colapso, existe uma luz de qualidade e bom futebol no fim do túnel.

(Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

Revelação do Cariocão: Gérson (Fluminense)

Com apenas 17 anos, Gérson foi obrigado a cumprir a risca o manual de 'como queimar uma promessa'. Se a expectativa era ser lapidado e jogado aos leões já pronto, o caminho foi inverso. Após o rompimento com a Unimed, foi obrigado a entrar para resolver. Estreou pelo Fluminense em um clássico duríssimo e virou títular absoluto com apenas três partidas realizadas. Era pra ser coadjuvante, mas virou o principal armador da equipe devido ao péssimo estadual de Wagner, seu companheiro de posição. Tinha tudo pra dar errado, mas o menino mostrou categoria e - principalmente- qualidade. Revelação com méritos do Campeonato Carioca.

(Foto: Bruno Haddad/Fluminense FC)

Decepção do Cariocão: Wagner (Fluminense)

Com saída de Conca para o futebol chinês, coube a Wagner suprir a responsabilidade de principal armador da equipe. Enquanto muitos esperavam aquele meiocampista do Cruzeiro que chamava a responsabilidade e decidia partidas, viu-se um camisa 10 omisso, que não conseguiu apresentar seu futebol. Chegou a parar no banco de reservas para Robert e Gérson, duas revelações com menos de 20 anos. A torcida do Fluminense espera evolução até o Campeonato Brasileiro.

Momentos do Cariocão 2015

Gol mais bonito: Gilberto (Botafogo 3 x 0 Tigres do Brasil)

Houveram vários golaços no Campeonato Carioca, mas é impossível destacar apenas um deles. Com isso, decidimos privilegiar tanto a qualidade do jogador, quanto a dificuldade do lance. Gilberto, lateral do Botafogo, se desmarcou de três adversários antes de entrar na área e bater cruzado. Com isso, foi eleito pela VAVEL como autor do gol mais bonito do Campeonato Carioca.

Lance mais marcante: Gilberto, comemorando no Maracanã. (Flamengo 0 x 1 Vasco)

O respeito voltou, e as polêmicas também. O lance por completa gera discussão. Primeiro, o duvidoso pênalti em Serginho que definiu o clássico. Logo depois, a comemoração de Gilberto subindo nos degraus do Maracanã para comemorar com os torcedores. O atacante já havia recebido cartão amarelo, portanto, deveria ser expulso. Mas sequer foi advertido. 

Segundo explicações da Comissão de Arbitragem, as regras para punir jogadores que vão comemorar nas arquibancadas valem apenas para competições da CBF e não a nível Estadual. Porém, no mesmo Campeonato Carioca, outros quatro jogadores receberam cartões amarelos por reproduzirem a mesma cena que Gilberto. 

Lance mais polêmico: Críticas de Fred à Ferj e ao Campeonato Carioca (Flamengo 3 x 0 Fluminense)

No primeiro Fla-Flu do ano, Fred havia recebido cartão amarelo logo no ínicio da partida. Pouco tempo depois, sofreu falta (claríssima) na entrada da área, mas foi advertido pelo árbitro por uma suposta simulação e terminou expulso.

Revoltado, o camisa 9 desabafou na saída de campo e não poupou críticas à FERJ, ao Campeonato Carioca e a uma possível arbitragem mal intencionada: "Pergunta pra ele! Tem que perguntar para o árbitro! Jogador é expulso, jogador tem gol mal anulado, vocês não perguntam para o árbitro! Tem que liberar a arbitragem para dar entrevista depois! Só queria saber quem é que mandou isso aí. Gente, Campeonato Carioca tem que acabar! Acaba, Carioca! Acaba o Campeonato Carioca. Vamos jogar Rio-São Paulo, vamos jogar Sul e Rio de Janeiro... Tem que acabar o Carioca. Enquanto estiver assim, tem que acabar o futebol no Rio de Janeiro. Tem que acabar o Campeonato Carioca! Acaba!"

Parabéns, Vasco! Campeão Carioca de 2015!

E por fim, não poderíamos deixar de parabenizar ao Vasco da Gama, o campeão carioca de 2015! A VAVEL aplaude o belo trabalho realizado por toda comissão técnica! O respeito voltou!

(Foto: Cezar Loureiro/Agencia O Globo)
VAVEL Logo

Futebol Brasileiro Notícias