Bruno Vicintin não é mais vice-presidente de futebol do Cruzeiro

Decisão do dirigente foi tomada após reunião com Gilvan de Pinho e Wágner Pires

Bruno Vicintin não é mais vice-presidente de futebol do Cruzeiro
Bruno Vicintin (à esquerda) apoiou Wágner Pires de Sá, presidente eleito no Cruzeiro (Foto: Isabelly Morais/VAVEL Brasil)

Questões extra-campo seguem em alta no Cruzeiro. Após fortes rumores de uma possível saída de Bruno Vicintin do clube, os indícios se concretizaram: ele não é mais vice-presidente de futebol da Raposa. Nesta quarta (4), Vicintin conversou com o atual presidente da instituição, Gilvan de Pinho, e com o cartola eleito para o triênio 2018/2020, Wágner Pires de Sá, anunciando sua escolha.

Também nesta quarta, Bruno publicou uma citação bíblica em sua conta no Instagram, o que deixou ainda mais clara a sua saída. "Quanto a mim, já estou sendo derramado como libação, e o tempo da minha partida está próxima. Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé”, remontou ao livro de Timóteo.

Candidato da situação, Wágner Pires de Sá, novo presidente do Cruzeiro, foi apoiado por Vicintin, o que indica que a saída do vice-presidente de futebol do clube seja uma decisão própria. Bruno Vicintin, no entanto, sabe que Itair Machado, um dos grandes nomes por trás de toda a campanha do novo cartola da Raposa, pode receber algum cargo dentro do clube. Como já afirmou que não abre mão de sua equipe, isso pode ter sido um dos fatores para a escolha de Vicintin em deixar a Raposa.

"Klauss Câmara (Diretor de Futebol), Tinga (Gerente de Futebol), Guilherme Mendes (Diretor de Comunicação) e Pedro Moreira (Supervisor de Futebol) são a espinha dorsal do Departamento. A equipe está pronta. Não é nada contra alguém que queira ajudar, todo mundo é bem-vindo. Mas, como em qualquer empresa, eu tenho minha equipe formada e não abro mão dela", afirmou Bruno ao blog Maior de Minas, da Espn FC.

Questões particulares podem ainda ter sido preponderantes para a saída de Bruno do cargo, como dar mais atenção aos familiares e aos negócios pessoais. Ele está no clube desde 2002 e participou das glórias recentes da Raposa, como o bicampeonato brasileiro de 2013/2014 e a Copa do Brasil deste ano.

Alguns jogadores do Cruzeiro, como Lucas Silva e Robinho, curtiram a publicação de Bruno. Nessa terça (3), torcedores cruzeirenses movimentaram a hashtag "Fica Vicintin" no twitter, pedindo sua permanência na vice-presidência de futebol da Raposa. 

Vicintin se esquiva durante eleição

A última segunda-feira (2) foi agitada no Parque Esportivo do Barro Preto. Local da eleição do novo presidente do Cruzeiro, o clube da Raposa foi tomado por apoiadores de Wágner Pires de Sá, vencedor, e Sérgio Santos Rodrigues, derrotado. Um dos diretores da equipe mineira que se demonstrou adepto à eleição Wágner foi justamente Bruno Vicintin.

Inúmeras vezes questionado se continuaria no Cruzeiro independentemente de quem saísse vencedor, Bruno se esquivou em todas as consultas. Por não ser enfático nos momentos em que foi abordado, ficou a lacuna de sua manutenção dentro da atual função do clube. Agora, no entanto, sua saída foi concretizada.

Cruzeiro Esporte Clube