Palmeiras bate Santa Cruz em partida acirrada e se isola na liderança do Brasileirão

Apesar dos cinco gols, duelo foi marcado por defesas espetaculares de Edson e Jailson

Palmeiras bate Santa Cruz em partida acirrada e se isola na liderança do Brasileirão
Foto: Ney Gusmão/VAVEL Brasil
Santa Cruz
2 3
Palmeiras
Santa Cruz: Edson Kölln; Danilo Pires, Néris, Danny Morais e Allan Vieira (Jádson, min. 62); Uillian Correia, Derley (Arthur, intervalo) e João Paulo; Pisano (Wagner, min. 71), Grafite e Keno. Técnico: Doriva
Palmeiras: Jailson; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio (Cleiton Xavier, min. 63); Moisés, Tchê Tchê e Zé Roberto; Róger Guedes (Thiago Santos, min. 81), Erik (Leandro Pereira, intervalo) e Gabriel Jesus. Técnico: Cuca
Placar: 0-1, min. 32, Zé Roberto; 1-1, min. 55, Arthur; 1-2, min. 65, Leandro Pereira; 2-2, min. 69, Grafite; 2-3, min. 79, Róger Guedes
ÁRBITRO: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA). Cartões amarelos: Derley (min. 35), Néris (min. 38), Danny Morais (min. 39), Erik (min. 41), Allan Vieira (min. 44), Pisano (min. 57), Grafite (min. 92) e Jailson (min. 92)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, disputada no Arruda, em Recife, Pernambuco

Um duelo eletrizante agitou o Arruda, na noite desta segunda-feira (3), pelo complemento da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Santa Cruz e Palmeiras, com objetivos opostos na competição, mediram forças, mas os visitantes levaram a melhor por 3 a 2, com gols de Zé Roberto, Leandro Pereira e Róger Guedes. Arthur e Grafite, de pênalti, descontaram para os mandantes.

O resultado complica ainda mais a situação do Santa no Brasileirão. A equipe coral, que não vence há três partidas, segue como vice-lanterna, somando apenas 23 pontos. Agora, os comandados do técnico Doriva pensam no Flamengo, adversário de domingo (9). As duas agremiações se enfrentam no Pacaembu, às 17h.

Com o empate sem gols entre São Paulo e Flamengo, no último final de semana, o Palmeiras, com a vitória, abriu vantagem de três pontos do Rubro-Negro, que soma 54 pontos, contra 57 dos alviverdes. Os paulistas enfrentam, também no domingo, às 17h, o lanterna América-MG, no Estádio do Café, em Londrina/PR.

Palmeiras domina boa parte do primeiro tempo e abre placar com Zé Roberto

O Palmeiras entrou em campo sabendo da responsabilidade que carregava, já que poderia se isolar na liderança, abrindo três pontos do Flamengo. Assim, os paulistas atacaram primeiro, aos sete minutos, quando Jean cobrou falta rasteira, que passou à esquerda da meta defendida por Edson. Aos 19, o Santa respondeu com lançamento para Keno, que tocou na saída do goleiro Jaílson. No entanto, a bola acabou indo para fora.

Um minuto depois, o Palmeiras desperdiçou mais uma chance com Egídio, que pegou rebote em um bate-rebate na área. Aos 24, Edson apareceu muito bem para salvar o que seria o gol de Róger Guedes, após cobrança de escanteio efetuada por Jean. Mas, aos 32 minutos, a história do primeiro tempo mudaria. Erik achou muito bem Zé Roberto que, dentro da área, deu um leve toque na bola, que encobriu Edson, para marcar o gol alviverde.

No fim da primeira etapa, o Santa partiu para cima do Palmeiras. Grafite chegou a cair dentro da área após disputa com Gabriel Jesus. A torcida coral pediu pênalti, junto com os jogadores, mas Dewson Fernando Freitas da Silva mandou o jogo seguir. No fim dos primeiros 45 minutos de partida, Grafite assumiu que não houve infração no lance.

Segunda etapa eletrizante: Santa empata, mas Palmeiras corre atrás e alcança vitória

Os primeiros cinco minutos do segundo tempo, já indicavam que a etapa complementar seria bastante acirrada. Nesse tempo, Grafite tentou um gol de calcanhar, após cobrança de escanteio, mas Jailson apareceu muito bem para garantir a defesa. Mas aos dez, o empate o Santa chegou com Arthur, que recebeu de Allan e mandou, colocado, no canto esquerdo da meta alviverde.

Aos 19 minutos, Gabriel Jesus arrancou pela esquerda, passou muito bem de Danilo Pires e mandou uma bomba, para a defesa de Edson. Mas, no minuto seguinte, Moisés lançou na área, a defesa do Santa tentou cortar, mas Leandro Pereira, livre, mandou de primeira para o fundo das redes, colocando o Palmeiras mais uma vez à frente no placar.

No entanto, aos 23, Jean subiu demais e acabou derrubando Arthur, dentro da área. Pênalti marcado por Dewson Fernando Freitas da Silva e convertido pelo atacante Grafite, que cobrou com categoria. Mas o Palmeiras queria mesmo a liderança isolada. Aos 34 minutos, Cleiton Xavier lançou Róger Guedes, sozinho na área e, de primeira, estufou às redes de Edson. Aos 38, Grafite ganhou de dois marcadores e arrematou, mas Jailson executou excelente defesa.