Santos vence Sport na Vila Belmiro e fica provisoriamente no G-4

Equipe santista controlou o jogo na maior parte do tempo, mas não goleou por ter falhado nas finalizações; Sport melhorou no segundo tempo, porém, não conseguiu o gol

Santos vence Sport na Vila Belmiro e fica provisoriamente no G-4
Foto: Williams Aguiar/Sport
Santos
2 0
Sport
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Cajú (Yuri, min. 85); Renato, Thiago Maia, Léo Cittadini( Paulinho, min. 62) e Vitor Bueno; Gabriel e Joel (Lucas Lima, intervalo). Técnico: Dorival Júnior
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Osvaldo, Durval e Renê; Luiz Antônio (Rodrigo Mancha, min. 69), Rithely, Diego Souza, Everton Felipe e Gabriel Xavier (Clayton, min. 80); Edmílson (Lenis, min. 80). Técnico: Oswaldo de Oliveira
Placar: 1-0, min. 65, Gabriel; 2-0, min. 87, Vitor Bueno.
ÁRBITRO: Leandro Pedro Vuaden (RS). Cartões amarelos: Luiz Antônio (min. 47), Gustavo Henrique (min. 59), Edmílson (min. 67), Osvaldo (min. 88).
INCIDENCIAS: Partida válida pela oitava rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro, em Santos.

Nesta quarta-feira (15), o Santos recebeu o Sport na Vila Belmiro, em Santos, São Paulo para fazer um duelo válido pela oitava rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O alvinegro paulista foi bastante superior durante grande parte do embate e perdeu a chance de golear o Leão, salvo pelo goleiro Magrão e a falta de pontaria do ataque santista. Assim, o Peixe venceu por 2 a 0 e afundou o adversário. Os gols foram marcados por Gabriel e Vitor Bueno.

O resultado deixou a equipe santista provisoriamente na zona de classificação à Libertadores, mas o time pode ser ultrapassado pelo Corinthians, que joga amanhã. O Santos ocupa agora a quarta colocação, com 13 pontos. Já o Sport está na zona de rebaixamento, no 19º lugar, com apenas cinco pontos.

A nona rodada da Série A do Campeonato Brasileiro será realizada no próximo final de semana. O Santos vai enfrentar o Atlético-PR, no sábado (18), às 18h30, na Arena da Baixada, em Curitiba, no Paraná. Já o Sport terá pela frente um importante duelo com o Fluminense, no domingo (19), às 16h00, no estádio da Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco.

Santos domina por todo o tempo, mas falha na conclusão 

Logo no início, o Santos queria fazer valer o mando de campo e começou em cima. No primeiro lance de perigo da partida, Caju tocou quase na linha de fundo para Léo Cittadini, que cruzou para Joel, mas o camaronês, sozinho, cabeceou por cima do gol do Sport. O domínio santista continuou prevalecendo e a equipe visitante se viu acuada no campo defensivo. Após cobrança de escanteio, Renato desviou, Magrão fez boa defesa e, no rebote, Gabriel chutou, mas a bola bateu na zaga e saiu. 

O meio campo do Peixe conseguiu deixar os atacantes por muitas vezes em boa posição de fazer o gol. Em uma desses passes em profundidade, Vítor Bueno achou Joel, que bateu e o goleiro defendeu. O Leão procurou se soltar mais em campo e tentar alguma jogada de perigo. Everton Felipe recebeu lançamento de Diego Souza e cruzou. A bola atravessou a grande área e ninguém chegou.

Gabriel, Léo Cittadini e Vitor Bueno infernizaram a defesa rubro-negra e criaram inúmeras chances. Depois de uma saída errada do time do Sport, Gabriel chutou, a bola passou com perigo, mas foi para fora. Minutos depois, Vitor Bueno teve grande oportunidade dentro da área, livre, porém também concluiu para fora.

A pressão do Santos durou por toda primeira etapa e os jogadores cansaram de perder gols. Em mais um bom passe por dentro da zaga do Sport, Vitor Bueno tentou tirar de Magrão, mas o goleiro conseguiu defendeu. Se de perto da área não dava, o volante Renato tentou de longe. O chute saiu forte, porém Magrão salvou o Sport mais uma vez. O time pernambucano chegou com perigo em contra-ataque puxado por Renê. O lateral tocou para Edmílson, que bateu e Vanderlei colocou para escanteio. Logo depois, Gabriel Xavier achou Durval dentro da área. O zagueiro bateu prensado com o goleiro e a bola ficou com a zaga santista.

Leão melhora, porém Peixe marca duas vezes e garante triunfo

O Sport voltou do intervalo mais ligado e buscando mais o ataque. A equipe da casa não conseguiu no início chegar com perigo, como foi no primeiro tempo. Lucas Lima entrou no lugar de Joel para deixar o time mais técnico. Porém foram os visitantes que gostaram do jogo e conseguiram uma falta perigosa na entrada da área. Diego Souza cobrou, mas a bola bateu na barreira e foi para fora. 

A resposta do Peixe não demorou e foi fatal. Lucas Lima conduziu até a linha de fundo e cruzou para Gabriel. O atacante desviou e fez o primeiro do time da casa. Em seguida, o Leão tentou dar o troco com Edmílson. O jogador recebeu dentro da área, foi aos trancos e barrancos levando a bola, mas chutou por cima da barra.

Dorival Júnior colocou Paulinho no lugar de Léo Cittadini, mas a substituição não deu muito certo. O Sport seguiu atacando, tentando o gol de empate, porém não conseguia transformar as chances no gol de empate. O lateral-esquerdo Cajú estava visivelmente cansado, então Oswaldo de Oliveira promoveu as entradas de Lenis e Clayton, nos lugares de Edmílson e Gabriel Xavier, respectivamente. Vendo isso, Dorival mandou à campo Yuri e tirou Cajú.

As mudanças no Sport não mudaram o rumo da partida. Pelo contrário, após muito tempo sem chegar com perigo, o Santos conseguiu ampliar a vantagem no placar. Gabriel tocou para Vitor Bueno, que driblou Magrão e deu um carrinho para colocar a bola no fundo da rede.