Cris Cyborg domina Tonya Evinger, nocauteia e conquista cinturão dos penas no UFC 214

Com atuação consciente e tranquila, a paranaense não deu chances para a americana, que resistiu à pressão por quase três rounds

Cris Cyborg domina Tonya Evinger, nocauteia e conquista cinturão dos penas no UFC 214
Foto: Getty Images

No retorno do Ultimate a Anaheim, na Califórnia (EUA), a primeira disputa de cinturão do UFC 214 teve a brasileira Cris Cyborg encarando Tonya Evinger pelo cinturão vago da categoria peso-pena feminino. Com uma atuação consciente e tranquila, Cyborg venceu Evinger, sem grandes obstáculos, por nocaute técnico no terceiro round neste sábado (29).. Com isso, a brasileira se torna a primeira campeã tupiniquim na categoria peso-pena do UFC, sucedendo Germaine de Randamie no trono da divisão, campeã anterior, que vagou o título.

No primeiro round, Cris começou com pressão para cima de Evinger, mostrando a pressão de seus golpes na curta distância. A americana tentou levar para o chão, mas acabou com Cyborg por cima. Após um momento de troca de golpes, Evinger travou Cris na tela e levou a luta para o clinch, com duas idas fugazes para o chão. A luta ficou parada por uns instantes por conta de um dedo no olho de Evinger na brasileira. No retorno das atividades, Cris manteve a pressão sobre Evinger, trocando aplicando golpes pesados na adversária até o final do round.

O segundo segmento de luta foi de muita pressão de Cris Cyborg para cima de Evinger. A brasileira buscou o centro do octógono e encurralou a americana na tela, misturando sequências de golpes com chutes altos e nas pernas de Evinger. Mesmo com a blitz de Cris, a oponente da brasileira se mostrou muito resistente à potência dos golpes, fazendo bom uso das esquivas em dados momentos.

O round três teve a continuidade da blitz de Cyborg. A brasileira acertou golpes pesados com as mãos e com chutes, pela primeira vez abalando Tonya Evinger na luta. Com uma sequência de joelhadas, Cyborg encontrou a oportunidade para encerrar o combate e definir sua conquista de cinturão. Esta foi a 18ª vitória de Cris Cyborg na carreira, mantendo sua invencibilidade de 12 anos no MMA, enquanto Evinger teve uma sequência de 11 lutas sem perder quebrada pela brasileira.

Outras lutas da noite

Card principal
Peso-meio-médio: Robbie Lawler venceu Donald Cerrone por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).
Peso-meio-pesado: Volkan Oezdemir venceu Jimi Manuwa por nocaute a 22s do round 1.
Card preliminar
Peso-pena: Ricardo Lamas venceu Jason Knight  por nocaute técnico a 4min34seg do round 1.
Peso-casado (63,5kg): Aljamain Sterling venceu Renan Barão por decisão unânime (29-28, 29-27, 30-26).
Peso-pena: Brian Ortega venceu Renato Moicano por finalização a 2min59seg do round 3.
Peso-pena: Calvin Kattar venceu Andre Fili por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27).
Peso-palha feminino: Aleksandra Albu venceu Kailin Curran por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).
Peso-mosca: Jarred Brooks venceu Eric Shelton por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28).
Peso-leve: Drew Dober venceu Josh Burkman por nocaute a 3min04seg do round 1.

Luta