Chael Sonnen não dá chances para Wanderlei Silva e vence por pontos no Bellator 180
(Foto: Reprodução/Twitter Bellator MMA)

A primeira edição do Bellator em Nova York, realizado no Madison Square Garden neste sábado (24), teve várias atrações, entre elas o embate entre Wanderlei Silva e Chael Sonnen, e o encontro entre Fedor Emelianenko e Matt Mitrione. O card ainda teve três disputas de cinturão e a estreia do prospecto Aaron Pico. Chael Sonnen fez seu jogo e amassou Wanderlei Silva por três rounds e venceu por pontos. Fedor Emelianenko estreou com revés no Bellator, após um quase nocaute duplo, foi atropelado por Matt Mitrione. Nas disputas de título, apenas o brasileiro Douglas Lima manteve o cinturão. Phil Davis e Michael Chandler foram destronados por Ryan Bader e Brent Primus, respectivamente.

Na luta principal, Wanderlei Silva não teve nenhuma chance contra Chael Sonnen. Foi completamente anulado pela eficiente estratégia do wrestling do americano. Esta foi a primeira vitória do Gângster Americano no Bellator, enquanto esta foi a primeira derrota de Wand após quatro anos parado. Com menos de dez segundos de luta, Sonnen derrubou Wanderlei e partiu para um ground and pound duro, pressionando o brasileiro contra a grade. Após ficar quase metade do round sem reação, Wand conseguiu se levantar. Em pé, o brasileiro conseguiu acertar um golpe que levou Sonnen a knockdown, mas ao tentar usar o ground and pound para complementar, perdeu a posição e foi quedado novamente pelo americano.

Logo no começo do segundo round, Chael Sonnen partiu para cima de Wanderlei Silva com uma joelhada e tentou trocar com o brasileiro, mas ao ser atingido, buscou a queda. Wanderlei pegou uma posição de guilhotina quando foi derrubado, mas, após muito tempo segurando a posição, o árbitro John McCarthy pediu para os atletas ficarem de pé por falta de combatividade. Wand foi derrubado assim que o árbitro deu o comando para retomar a luta, com mais uma sessão de ground and pound de Sonnen.

No round final, novamente Chael Sonnen levou Wanderlei Silva ao solo e manteve sua estratégia de golpear por cima, mas desta vez conseguiu melhor vantagem de posição, na meia-guarda. O americano tentou catar o braço de Wanderlei para anotar uma finalização, mas não obteve sucesso. Com transições para a montada e novamente para a meia-guarda, Chael Sonnen continuou sua pressão por cima até o final.

Mitrione supera Fedor e Aaron Pico é surpreendido na estreia

Em outra luta estelar do Bellator NYC, Matt Mitrione derrotou a lenda Fedor Emelianenko ainda no primeiro round. Os dois atletas se estudavam muito, até que os golpes pesados entraram de cada um dos lados, tendo tanto Mitrione quanto Fedor abalados. Mas foi o americano que se recuperou antes e conseguiu partir para cima e encerrar a luta no ground and pound, com 1min14seg no primeiro round.

O jovem prospecto Aaron Pico estreou no Bellator cheio de expectativas diante de Zach Freeman. Mas durou 24 segundos o hype. Pico partiu pra cima de Freeman, cercou o adversário, mas foi acertado e acabou abalado. Freeman aproveitou para pegar o pescoço livre de Pico e encaixou uma guilhotina, que rapidamente levou o estreante a bater.

Dois campeões caem em três disputas de cinturão

Na primeira luta por cinturão da noite, Phil Davis defendeu seu título meio-pesado diante de Ryan Bader. Em combate morno, o desafiante conseguiu anular o jogo de quedas de Davis e superou pela segunda vez na carreira o então campeão para capturar o cinturão dos meio-pesados do Bellator. A vitória de Bader veio em decisão dividida (49-46, 47-48, 49-46), após muitas vaias do público durante o confronto.

Na luta que abriu o card principal, Douglas Lima teve um duro teste contra Lorenz Larkin, em combate pelo cinturão peso-meio-médio. Após um começo equilibrado e com bom momento de Larkin, o brasileiro acertou bom golpe que abalou o desafiante e a partir de então começou a tomar o controle da luta. Após três rounds movimentados, os dois últimos segmentos de luta foram mais mornos. Douglas Lima venceu Lorenz Larkin por decisão unânime dos jurados (50-45, 48-47, 48-47).

Michael Chandler não teve sorte em sua defesa de cinturão dos leves diante de Brent Primus. Ainda no primeiro round, o campeão sofreu uma lesão no tornozelo e ficou completamente sem condições de botar o pé esquerdo no chão. O árbitro mandou a luta parar para que os médicos avaliassem Chandler. No fim, por decisão médica, a luta foi considerada encerrada e a vitória foi dada para Primus, por nocaute técnico.

Outras lutas da noite:

Peso-meio-médio: Neiman Gracie venceu Dave Marfone por finalização (Mata-leão) a 2min27seg do round 2.

Peso-pena: James Gallagher venceu Chinzo Machida por finalização (Mata-leão) a 2min22seg do round 1.

Peso-mosca feminino: Heather Hardy venceu Alice Yauger por nocaute técnico a 4min47seg do round 3.

Peso-meio-médio: Ryan Couture venceu Haim Gozali por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-27).

Peso-leve: Bradley Desir venceu Nate Grebb por nocaute a 2min54seg do round 1.

Peso-leve: Anthony Giacchina venceu Jerome Mickle por finalização (Mata-leão) a 3min40seg do round 3.

Peso-casado (130 lbs): Matt Rizzo venceu Sergio da Silva por finalização (katagatame) a 3min48seg do round 3.

Peso-casado (168 lbs): Hugh McKenna venceu John Salgado por finalização (kimura) a 4min06seg do round 1.

VAVEL Logo