AFC Leste: Bills e Dolphins se estabelecem, enquanto Patriots e Jets afundam
Craig Melvin/Buffalo Bills

Depois de 16 semanas, a NFL se encaminha para a última rodada da temporada regular de 2020. A AFC Leste tem praticamente tudo definido, mas ainda há espaço para um derradeiro serviço antes de pensar no próximo passo seja nos playoffs ou no novo ano que está por vir.

Pensando nisso, a VAVEL Brasil apresenta a situação de cada divisão e como cada equipe chegará para a semana #17. Nesta, você verá a AFC Leste e suas quatro equipes.

  • Buffalo  Bills (12-3)

Depois de 25 anos, os torcedores dos Bills puderam comemorar o título divisional da equipe. Apesar de uma crescente nos últimos anos, o time de Buffalo aproveitou uma grande queda de desempenho dos adversários para enfim concretizar o grande projeto feito pela franquia.

Com Josh Allen alcançando outro patamar, os Bills fizeram uma excelente campanha com 12 vitórias e apenas três derrotas. Além disto, o bom corpo de recebedores com Cole Beasley, Stefon Diggs e cia. fez com que o time tivesse a força necessária para brigar até as últimas semanas para se manter entre as forças da conferência e o único descanso dos playoffs nesta temporada.

Principais destaques

Josh Allen - 4320 jardas, 34 touchdowns e nove interceptações

Stefon Diggs - 120 recepções, 1459 jardas e oito touchdowns

  • Miami Dolphins (10-5)

Outra equipe que cresceu de rendimento foi os Dolphins. Em mais um ano com Brian Flores, Miami conseguiu ter um time mais confiável e que fez certo barulho apesar da irregularidade do ataque. Aliás, o ataque do time da Flórida merece um destaque especial principalmente por Tua Tagovailoa.

Entre bons jogos e atuações apagadas, o calouro proporcionou o fator novidade em Miami e ajudou o time a chegar aos playoffs. Nos momentos de dificuldades, Brian Flores mostrou controle do seu time para recolocar Ryan Fitzpatrick e vencer batalhas importantes, como contra os Raiders (7-8) na semana #16.

Principais destaques

Tua Tagovailoa - 1453 jardas, 10 touchdowns e dois interceptações

Myles Gaskin - 564 jardas e dois touchdowns

  • New England Patriots (6-9)

O inevitável fim da dinastia chegou em New England. Com a saída de Tom Brady, um corpo fraco de recebedores e ausências devido a pandemia, os Patriots tiveram que se reconstruir em alguns meses e amargaram a terceira colocação da divisão.

Mesmo com todas as mudanças, o time de Bill Belichick lutou até as últimas semanas para estar nos playoffs, mas sucumbiu diante todos os problemas enfrentados, principalmente, com Cam Newton irregular e pouco efetivo nos passes. Agora, a equipe viverá um fim de ano melancólico e de muito trabalho em busca de realizar um bom Draft e free agency para voltar mais forte no próximo ano.

Principais destaques

Cam Newton - 2415 jardas, cinco touchdowns, 12 touchdown corridos e dez interceptações

Damien Harris - 691 jardas e dois touchdowns

  • New York Jets (2-13)

Por muito tempo nesta temporada, os Jets foram o pior time da NFL com um ataque pífio e uma defesa  pouco eficiente. Com atuações ruins, a equipe dava indícios de quer andaria a passos largos para ficar com a primeira escolha do Draft.

No entanto, as duas últimas semanas mudaram e a situação ficou completamente diferente. Com duas vitórias contra Rams (9-6) e Browns (10-5), equipes que brigam por playoffs, Nova York saiu da sequência de 13 derrotas seguidas e acabou perdendo a primeira escolha geral do Draft para o Jacksonville Jaguars (1-14).

Principais destaques

Sam Darnold - 1942 jardas, oito touchdowns e nove interceptações

Frank Gore - 653 jardas e dois touchdowns

VAVEL Logo