Moto3: Português Miguel Oliveira vence em Valência, mas o titulo fica com inglês Danny Kent
Danny Kent comemora o titulo do Mundial de Moto3 em Valência. (Foto: Reprodução/MotoGP)

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo) venceu hoje (8) a última corrida do Mundial de Moto3 2015, em Valência, no circuito Ricardo Tormo. O português fez o que podia para tentar alcançar o titulo, mas com Danny Kent (Leopard Racing) finalizando a prova em nono, o campeonato acabou nas mãos do britânico.

Oliveira fez a sua parte e desde a primeira volta, esteve brigando pelo primeiro lugar. O português teve um forte duelo com Efrén Vázquez (Leopard Racing), Romano Fenati (SKY Racing Team VR46) e Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold) que acabaram caindo na última curva da última volta.

O acidente envolvendo os três pilotos não chegou a influenciar no resultado de Oliveira, que venceria a corrida de qualquer maneira. Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0) foi quem se deu bem, herdando o segundo lugar. Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC) também foi bastante beneficiado pelo acidente de Vázquez, Fenati e Antonelli no final da corrida, herdando a última vaga no pódio.

Brad Binder (Red Bull KTM Ajo) acabou a prova no quarto lugar, a frente de Enea Bastianini (Gresini Racing Team Moto3), que chegou a estar na luta pelo título, mas perdeu muito rendimento nas últimas provas do campeonato.

Isaac Viñales (RBA Racing Team) concluiu a prova no sexto lugar, a gente de John McPhee (SAXOPRINT RTG), que mesmo saindo da pole, esteve longe de disputar os primeiros lugares da corrida. Hiroki Ono (Leopard Racing) ficou com o oitavo lugar, a frente de Kent, que acabou sendo campeão com o nono lugar, quando até o 14º lhe serviria, mesmo com a vitória de Oliveira. Phillip Oettl (Schedl GP Racing) completou o top 10.

Kent termina o campeonato com 260 pontos contra 254 de Oliveira. Ambos, curiosamente, serão companheiros de equipe em 2016 pela equipe Leopard Racing, na Moto2, categoria intermediária do Mundial de Moto Velocidade.

Sobre as duas mulheres do grid, Maria Herrera (Husqvarna Factory Laglisse) conseguiu fazer sua primeira temporada completa de forma elegante. A jovem espanhola conquistou nove pontos no campeonato e seu melhor resultado foi o 11º lugar na Austrália. Ana Carrasco (RBA Racing Team), por sua vez, não conseguiu somar pontos na temporada. A também piloto da Espanha teve como seu melhor resultado dois 18º lugares, um na França e outro na Austrália.

Clique aqui para conferir o resultado completo da Moto3 em Valência!

VAVEL Logo