Verstappen elogia domínio da Red Bull em Imola: "Dobradinha é muito merecida"
Divulgação / Formula 1

Max Verstappen venceu o GP da Emília Romagna e de quebra ficou vivo no campeonato mundial de Fórmula 1. Com um desempenho dominador do início ao fim, o piloto da Red Bull desbancou os adversários e ainda viu o seu principal rival na luta pelo título Charles Leclerc bater nas voltas finais e chegando só na sexta posição, com isso diminuindo a vantagem na competição.

Após a prova, o neerlandês concedeu entrevista aos jornalistas no Paddock e deu detalhes sobre a vitória. Ele elogiou a equipe e disse que a superioridade não foi só na corrida, mas em todo o final de semana. O atual campeão mundial ainda afirmou que a dobradinha da Red Bull foi muito merecida e que coroou o Grande Prêmio perfeito.

"É sempre difícil conseguir algo assim. Mas já ontem e na sexta-feira estávamos assim, e acho que parecia um fim de semana forte. Hoje você nunca sabe com o clima o quão competitivo você vai ser. Mas acho que como equipe fizemos tudo bem e acho que essa dobradinha é muito merecida", comemorou o piloto.

Sobre a corrida, Max ressaltou a boa largada e disse que foi muito importante para ter tranquilidade no começo da corrida. Ele ainda falou sobre a dificuldade de rodar com os pneus slick, que podem provocar erro, se não conduzir com cuidado e que administrou bem os compostos. 

"A largada, claro, foi muito importante, mas também depois, julgando as condições e quando trocar para os pneus slick, e na volta com os pneus slick, para não cometer erros. Porque na liderança, você sempre tem que ditar o ritmo e é sempre um pouco mais difícil no início, mas tudo foi bem administrado", afirmou o holandês. 

Acerca do erro de Charles Leclerc nas voltas finais, onde ele saiu da pista e bateu no guard rail, com isso terminando na sexta posição, o piloto da Red Bull analisou o acidente. Max afirmou que acontece com todos os competidores e que é bastante fácil de falhar naquele ponto. Segundo o campeão do ano passado, deve ter sido muito doloroso para o ferrarista e que ainda tem  bastante provas para ele se recuperar na temporada.

"É um erro que é facilmente cometido porque ele estava dando o melhor de si para lutar contra Checo, mas é doloroso [para ele]. Acho que ele sabe disso, não precisa ouvir de ninguém. Mas é um longo campeonato e conquistamos muitos pontos, então não é bom [para ele], mas ele não pode mudar agora, porque isso não foi feito de propósito", completou Verstappen. 

  • Próxima corrida

O circo da Formula 1 terá uma pausa de duas semanas e voltará no fim de semana do Dia das Mães, no dia 8 de maio. Será a estreia do GP de Miami, nos Estados Unidos.

VAVEL Logo