Após mais de três horas, Karatsev elimina Djokovic em jogaço nas semifinais em Belgrado
Aslan Karatsev venceu Novak Djokovic no ATP 250 de Belgrado 2021 (ATP / Divulgação)

Quase quatro horas em uma única partida de tênis é algo que sempre chama atenção. Quando o melhor tenista do ranking da ATP é vencido, torna-se um grande evento esportivo mundial. Foi o que aconteceu neste sábado (24): #1 Novak Djokovic perdeu em casa para o #28 Aslan Karatsev na semifinal do ATP 250 de Belgrado por dois sets a um.

O russo venceu o primeiro set por 7/5. No segundo, Djokovic reagiu: 6/4. Por fim, no terceiro, novo 6/4, mas a favor de Karatsev. A partida teve no total 3h27. Os tenistas já haviam se enfrentado uma vez neste ano, mas com vitória tranquila do sérvio em sets diretos no Australian Open.

Batalha de Belgrado

Logo no segundo game da partida, Aslan Karatsev teve o saque quebrado pelo adversário após oito pontos - o que foi retribuído no quinto momento, após dez pontos; os dois serviços citados tiveram dois break points cada um. O sétimo e o oitavo games tiveram dez pontos e um break point cada, mas os sacadores levaram a melhor.

A partir do nono game, uma sequência de três momentos com os sacadores perdendo - o nono e o 11º, com Djokovic sacando, tiveram oito pontos e um break point cada. Para encerrar o período, doze pontos e três break points salvos, mas o russo aproveitou bem o primeiro set point que teve para fechar a peleja em 7/5.

Nos três primeiros games da segunda parcial, duas quebras de serviço - uma para cada lado. No quarto, com Karatsev sacando, 12 pontos e quatro break points - todos salvos. O russo assumiu a dianteira da parcial ao quebrar o saque de Djokovic no quinto game.

Daí em diante, o Karatsev sacou mais três vezes: no sexto, precisou de dez pontos e salvar um break point para confirmar o saque. No oitavo, dez pontos e o sérvio quebrando o serviço no segundo break point. No décimo, mais oito pontos - e Djokovic quebrando, mais uma vez, o saque do adversário, fechando a peleja em 6/4.

O terceiro set, em geral, teve games longos. Mas só uma quebra de serviço: no sétimo, quando Djokovic foi rejeitado por Karatsev. O primeiro momento teve 14 pontos (e dois break points); o quarto, doze (e mais três break points); e, o quinto, dez (com três break points); o sexto, 14 (e incríveis cinco break points). A partida teve no total incríveis 44 chances de quebra, com o sérvio aproveitando 5/28 e o russo 6/16.

No nono game, Karatsev teve o primeiro match point da partida via break point, mas não conseguiu converter. Sem problemas: no momento seguinte, em oito pontos, ele garantiu a classificação à final após uma extenuante e empolgante partidas.

O que vem por aí

Na final do Serbia Open, Karatsev enfrentará o italiano #10 Matteo Berrettini, que derrubou nas semifinais o lucky loser #126 Taro Daniel.

VAVEL Logo