Shapovalov bate Cuevas e vai à decisão em Genebra; Ruud derruba algoz de Federer
Foto: Divulgação/ATP

Apesar de já ter atingido o top 10, o atual #15 Denis Shapovalov só tem um título na curta carreira até agora. Ele terá a chance de conquistar o segundo no ATP 250 de Genebra após derrotar o qualifier #102 Pablo Cuevas nesta sexta-feira (21).

Shapovalov derrotou o uruguaio nas semifinais em sets diretos, parciais de 6/4 e 7/5, em 1h43. Este foi o segundo confronto entre os dois, e a primeira vitória do ex-top 10. O cabeça de chave 2 foi firme no serviço, com 67% dos primeiros serviços colocados em quadra e 75% de pontos vencidos nesta situação, além de oito aces.

Além disso, Shapovalov salvou 3/5 break points, enquanto Cuevas resistiu, mas foi quebrado em 4/10 chances que cedeu, duas em cada set. O uruguaio chegou a ter vantagem de 4/2 no segundo set, mas perdeu cinco dos seis games seguintes e foi derrotado.

Esta será a terceira final do canadense no total, a primeira desde o Masters 1000 de Paris de 2019, quando ele perdeu para Djokovic. O único título de Shapovalov até hoje foi no ATP 250 de Estocolmo no mesmo ano.

Ruud em mais uma decisão no saibro

O adversário de Shapovalov na final do Gonet Geneva Open será o #21 Casper Ruud. O norueguês passou com tranquilidade nas semifinais pelo #75 Pablo Andújar, que havia batido Roger Federer nas oitavas de final.

Ruud anotou 6/3 e 6/2 diante do espanhol, em 1h20. Este foi o terceiro confronto entre os dois, e a segunda vitória do norueguês. O cabeça de chave 3 não enfrentou nenhum break point e só perdeu dez pontos no seu serviço, além de ter vencido 44% dos pontos no saque de Andújar, com quatro quebras no total.

Esta será a quarta final de Ruud na carreira, todas em torneios da série 250 no saibro - o único título foi em Buenos Aires 2020. Com a campanha em Genebra, o norueguês vai subir cinco posições no ranking e igualar sua melhor marca na carreira, o 16º posto.

VAVEL Logo