Kerber bate Siniakova na final em Bad Homburg e conquista primeiro título em três anos
Foto: Sportfoto Zimmer/Maurer

Pela primeira vez em três anos, a #28 Angelique Kerber conquista um título no circuito profissional. A ex-número 1 do mundo bateu na decisão em casa, no WTA 250 de Bad Homburg, a #76 Katerina Siniakova neste sábado (26). A cabeça de chave  4 fechou a partida em dois sets, parciais de 6/3 e 6/2, em 1h25. Este foi o sexto confronto entre as duas, e a quinta vitória da alemã.

Esta foi a primeira final de Kerber desde Eastbourne 2019 e o primeiro título desde Wimbledon 2018. A edição 2021 do Slam britânico começa nesta segunda-feira (28), e a alemã chegará empolgada em busca do bicampeonato.

A partida teve 23 break points no total, com nove quebras. Siniakova foi a primeira a rejeitar um serviço no primeiro set, no terceiro game, mas daí para frente, não confirmou mais seu saque. As duas tiveram dificuldades para manter o serviço, mas Kerber conseguiu sustentar com mais consistência do fundo de quadra e saiu vencedora com 6/3, em 43 minutos.

O segundo set começou com quebra favorável à Kerber, que teve mais três break points no terceiro game, salvos por Siniakova. Na sequência, a tcheca devolveu a quebra e fez 2/2, mas, no game seguinte, teve o serviço rejeitado outra vez.

No sexto game, o mais longo da partida com 15 pontos, Kerber cedeu dois break points, mas Siniakova não aproveitou. A queda de nível da tcheca na sequência foi fatal: ela foi quebrada de 0-40 e deu à dona da casa a chance de sacar para o jogo. A campeã de duplas de Roland Garros chegou a salvar dois match points, mas a ex-número 1 do mundo não desperdiçou um terceiro: 6/2, em 42 minutos.

Marcas

Esta foi a 31ª final de Kerber na carreira, e o 13º título. Em torneios de grama, a alemã agora tem três conquistas em sete decisões. Apesar do troféu do Bad Homburg Open, a ex-número 1 do mundo não vai ter sua posição alterada no ranking, já que defendia pontos pela final em Eastbourne 2019.

Já Siniakova, ex-número 1 do mundo em duplas, tem dois títulos em simples em seis finais, ambos em 2017. A tcheca não chegava à uma decisão desde Shenzhen 2018. A campanha em Bad Homburg faz com que ela ganhe 12 posições no ranking da WTA.

O que vem por aí

As duas agora seguem para a disputa de Wimbledon. Kerber estreia contra a sérvia #86 Nina Stojanovic, enquanto Siniakova encara a #30 Johanna Konta.

VAVEL Logo