Kerber sobrevive a jogaço contra Sorribes Tormo em Wimbledon; Cirstea surpreende Azarenka
Foto: Jimmie48/WTA

A #28 Angelique Kerber segue em busca de seu bicampeonato em Wimbledon. A campeã de 2018 teve muito trabalho na segunda rodada, mas derrotou a #50 Sara Sorribes Tormo em três sets, parciais de 7/5, 5/7 e 6/4, em 3h21, nesta quinta-feira (1º). Este foi o primeiro confronto entre as duas.

Vindo de título em Bad Homburg na semana passada - seu primeiro justamente desde a conquista em Wimbledon há três anos -, Kerber soma sete vitórias consecutivas na temporada.

A partida teve muitos altos e baixos, com 34 break points no total, e 15 quebras de saque. Todos os sets tiveram mais que uma hora de duração. Kerber teve 47 winners e 47 erros não-forçados, contra 30 e 32 de Sorribes Tormo, respectivamente. 

Na primeira parcial, Kerber sacou para fechar em 5/3, mas foi quebrada. No 12º game, porém, ela conseguiu a quebra decisiva para fazer 7/5. No segundo set, a alemã abriu 2/0, depois 4/2 e chegou a ter um match point no décimo game, mas Sorribes Tormo salvou e venceu os três últimos momentos para devolver o 7/5.

A série final foi a que teve mais quebras de saque, sete, contra apenas três confirmações, e apenas dois games não tiveram break points. Kerber chegou a ter 5/2 de vantagem, mas Sorribes Tormo se manteve no jogo e teve chance de sacar para empatar em 5/4. Aí, porém, a experiência parou. A ex-número 1 do mundo quebrou de 0-40 pela segunda vez no set e garantiu a suada vitória.

Na terceira fase, Kerber encara a vencedora do confronto entre a #85 Nao Hibino e a #100 Aliaksandra Sasnovich.

Azarenka fora

Outra ex-número 1 do mundo, a #14 Victoria Azarenka deu adeus logo na segunda rodada em Londres. Ela perdeu para a #45 Sorana Cirstea em três sets, parciais de 7/6(5), 3/6 e 6/4, em 2h20. Este foi o quarto encontro entre as duas, o primeiro desde 2009 e o terceiro em Wimbledon, que terminou com a primeira vitória da romena.

Azarenka teve a chance de sacar para fechar o primeiro set em 6/5, mas foi quebrada e depois acabou derrotada no tiebreak. No segundo, apesar de ceder cinco break points, a bielorrussa não foi quebrada nenhuma vez e conseguiu uma única quebra, que foi suficiente para igualar a disputa.

No set decisivo, Azarenka abriu 3/1, mas, depois disso, passou a ir muito mal no saque - ela teve cinco duplas faltas e apenas 14/33 pontos vencidos no serviço. Muito consistente durante toda a partida, Cirstea aproveitou os problemas da bielorrussa e virou para 5/3.

Quando sacava para fechar o jogo, a romena teve dois match points salvos de forma espetacular por Azarenka, que conseguiu a quebra e se colocou em posição de sacar em 4/5. Aí, porém, ela teve o saque rejeitado pela terceira vez consecutiva e foi eliminada. A bielorrussa continua sem nunca ter vencido um torneio de simples em grama na carreira.

Cirstea avança para encarar a surpreendente wildcard #338 Emma Raducanu, de apenas 18 anos. A britânica faz sua estreia em Slams e vem de vitória segura sobre a #42 Marketa Vondrousova.

VAVEL Logo