Osaka acaba com 'freguesia', elimina Bencic e vai à final em Miami
Foto: Jimmie48/WTA

A #77 Naomi Osaka está de volta a uma final, a primeira desde o título do Australian Open 2021. Nesta quinta-feira (31), a ex-número 1 derrotou a #28 Belinda Bencic de virada por 2 a 1 e se garantiu na decisão do WTA 1000 de Miami.

A partida teve parciais de 4/6, 6/3 e 6/4 para a japonesa, em mais de duas horas de duração. Este foi o quinto confronto entre elas e, após três vitórias de Bencic, a segunda de Osaka. O duelo foi bastante intenso, com as duas tenistas batendo forte da linha de base. A diferença é que a vencedora foi mais regular por mais tempo.

No primeiro set, Osaka parecia ainda não ter achado seu ritmo de jogo. Ela perdeu quatro dos cinco primeiros games da partida, cedendo duas quebras. Bencic ainda devolveu um dos presentes e viu sua vantagem cair, mas permaneceu com o suficiente para fechar a conta parcial.

A japonesa começou então a ser mais agressiva, mas com melhor cálculo do tempo de bola. No final, ela acabou anotando 18 aces e teve 79% de sucesso com o primeiro serviço, enquanto que a oponente teve sete e 67% nos mesmos quesitos, respectivamente.

Esse cenário permitiu com que a ex-número 1 virasse o jogo. A ousadia ainda lhe rendeu uma quebra sofrida em cada um dos dois sets restantes, mas lhe recompensou com o dobro disso a seu favor. E foi assim, que sua recuperação foi aplicada.

Bencic passou a errar mais nas últimas etapas e perdeu um pouco do seu jogo mental, reclamando muito com a árbitra de cadeira. Osaka também se aproveitou disso para impulsionar sua virada no confronto e garantir sua vaga na grande final.

Final a definir

Com a campanha, Osaka vai dar um grande salto no ranking mundial e ascender, no mínimo, para o 36º lugar. Na decisão do Miami Open, Osaka enfrenta a vencedora do duelo entre a #2 Iga Swiatek e a #21 Jessica Pegula.

VAVEL Logo