Guia VAVEL Mundial de Clubes de Voleibol: Sada Cruzeiro

Atual campeã do torneio, equipe é mais uma vez anfitriã, mas agora ao lado do Minas Tênis Clube

Guia VAVEL Mundial de Clubes de Voleibol: Sada Cruzeiro
Foto: Douglas Magno/DM Press/Divulgação Sada Cruzeiro

Quando nasce uma parceria por uma agremiação esportiva, nasce também a esperança de conquistas e temporadas gloriosas. No entanto, nem a projeção mais otimista da Prefeitura de Betim com o Grupo Sada, em 2006, dava conta da potência do vôlei brasileiro que surgiria ao longo do tempo: o Sada Cruzeiro, que ao lado do Minas Tênis Clube sedia o Mundial de Clubes de Vôlei 2016.

Guia Vavel Mundial de Clubes: Minas Tênis Clube

Guia Vavel Mundial de Clubes: equipes estrangeiras

A equipe nasceu em 2006, em Betim, quando ainda não tinha o nome atual, mas já contava com o Grupo Sada como patrocinador master. Três anos depois, em 2009, fez uma parceria com o Cruzeiro Esporte Clube e a partir desta ganhou tudo o que uma equipe brasileira de vôlei pode sonhar.

A lista de títulos do Sada Cruzeiro é digna de um clube cinco estrelas, como as que os jogadores carregam no peito. A equipe vem de uma temporada excepcional (2015/2016), a qual venceu todas as competições que disputou a níveis estadual, nacional, continental e mundial.

O Sada Cruzeiro venceu o Campeonato Sul-Americano deste ano, batendo o Taubaté na final (Foto: Renato Araújo/Divulgação Sada Cruzeiro)

Na maior competição interclubes do mundo, a qual o Sada Cruzeiro sedia pela quarta vez consecutiva, a equipe soma dois títulos, em 2013 e 2015, um vice-campeonato em 2012, em Doha, no Qatar, além do quarto lugar da edição de 2014. No Mundial do ano passado, venceu o Zenit Kazan, da Rússia, na final, cujo duelo será reeditado já na primeira fase do torneio deste ano, já que os dois estão no Grupo A.

Em território nacional, o Sada Cruzeiro se tornou um time a ser batido, nos últimos anos. A equipe levantou seu primeiro troféu da Superliga na temporada 2011/2012, ficou com o vice no ano seguinte e encaixou um tricampeonato consecutivo nas edições 2013/2014, 2014/2015 e 2015/2016. Se vencer a próxima disputa da Superliga, que já começa no dia 26 de outubro, conseguirá um feito inédito, que seria um tetracampeonato consecutivo - atualmente se iguala ao Minas e ao Cimed com três conquistas seguidas de Superliga. Outra questão que faz do Sada Cruzeiro um time temido pelos adversários na principal competição de vôlei do país, é que ele esteve nas últimas seis finais da Superliga.

Ainda no âmbito das competições a nível nacional, os cruzeirenses também somam dois títulos na Copa do Brasil, em 2014 e 2016, em que venceram o Sesi-SP e o Campinas, respectivamente. Já no caso do panorama estadual, a equipe tem oito títulos, sendo um como Sada Betim, em 2008 e os outros sete nas últimas sete edições do Campeonato Mineiro, onde derrotou o Minas, em todas elas.

Com uma sala de troféus que comporta todas as possibilidades de conquistas de um time de vôlei brasileiro, o Sada Cruzeiro tem ainda três títulos no Campeonato Sul-Americano - 2012, 2014 e 2016. Na edição deste ano, venceu o Funvic/Taubaté na final, equipe que promete fazer frente aos mineiros nas próximas competições, por reforços contratados junto ao próprio Sada Cruzeiro, como Wallace e Éder.

Uma das armas dos cruzeirenses é a manutenção da qualidade e potencial de seu plantel de jogadores. Desde quando firmou parceria com o Cruzeiro, em 2009, a equipe trocou pouquíssimas peças do seu time titular, da sua base. No início deste ano, porém, perdeu duas peças fundamentais nas últimas conquistas: o oposto Wallace e o central Éder.

Como uma de suas características é justamente não abrir mão da qualidade, a equipe fez a reposição com o central cubano Simon, considerado o melhor da posição na atualidade, e com o oposto Evandro, que defendeu a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos. Além deles, uma contusão de Alan, reserva imediato de Evandro, fez com que o Sada Cruzeiro agisse rápido, trazendo o oposto Renan, do Juiz de Fora, especificamente para a disputa do Mundial. O comando técnico da equipe também tem sido mantido por muitos anos, tendo Marcelo Mendez como treinador da equipe desde 2009.

Esta edição do Mundial é o 28º campeonato que o Sada Cruzeiro disputa desde 2010. Nos 27 já contados nesses seis anos, chegou a 25 finais e conquistou incríveis 21 títulos. Trajetória de um clube multicampeão.