Bacca sai do banco e marca único da vitória do Milan contra Sampdoria

Atacante começa a partida no banco de reservas, entra no segundo tempo e decide a partida para o Diavolo

Bacca sai do banco e marca único da vitória do Milan contra Sampdoria
Colombiano comemora com capitão Montolivo único gol do jogo (Foto: Getty Images)
Sampdoria
0 1
Milan

Nessa sexta-feira (16), Sampdoria e Milan se enfrentaram no estádio Luigi Ferraris, em Gênova, partida válida pela abertura da 4ª rodada da Serie A. O jogo terminou com vitória rossonera por 1 a 0 com gol no final de Carlos Bacca

Com o triunfo, o Diavolo pulou para a oitava colocação, com seis pontos ganhos. A Sampdoria está uma posição a frente, também com seis pontos, mas com saldo de gols melhor. 

Na próxima rodada, o Milan terá a Lazio em casa, na próxima terça-feira (20), às 15h45. Já a Samp, vai visitar o Bologna, no dia segunte, às 13h30.

Samp tem as melhores chances, mas não marca

O primeiro tempo começou bem movimentado, com as duas equipes praticamente com a mesma tática de marcar forte a saída de bola do adversário e tentar manter a posse de bola quando possível.

A primeira chance do jogo foi justamente dos donos da casa com Torreira que aproveitou rebote próximo da área e mandou um chutaço no ângulo, mas o jovem Donnarumma fez uma grande defesa. Alguns minutos depois, a Sampdoria chegou novamente, dessa vez com Muriel que fez boa jogada pra cima de Calabria e cruzou rasteiro para o meio da área, mas a defesa rossonera conseguiu afastar.

O Milan também teve sua chance quando Bonaventura deu lindo lançamento para Lapadula nas costas da defesa, o camisa 9 dominou no peito e mandou de canhota, mas a bola foi por cima do gol. Em nova chegada, Montolivo aproveitou sobra de cobrança de escanteio e arrematou de fora da área, mas também mandou por cima.

No fim da primeira etapa, a Sampdoria ainda teve duas novas chances de gol. A primeira foi com Muriel que driblou dois adversários e mandou belo chute pra fora, passando perto do gol. Depois, o atacante colombiano fez outra bela jogada e serviu Barreto que mandou um arremate forte, mas parou novamente na defesa de Donnarumma.

Jogo fica mais equilibrado e Bacca decide no final

Na segunda etapa, a partida ficou um pouco mais equilibrada e com as equipes errando mais também. Por isso, não houve grandes ocasiões nos minutos iniciais que foram marcados por muita entrega dos dois times. A primeira emoção foi num ataque da Sampdoria, Barreto desviou para o gol, mas o lance foi anulado por impedimento do volante paraguaio.

O Milan melhorou ofensivamente quando Bacca entrou na segunda metade do segundo tempo, quando o atacante colombiano criou chance logo com alguns minutos em campo, quando driblou dois e mandou pro gol, Viviano desviou e a bola aonde bateu na trave. A partir daí a partida ficou mais quente e foi a vez dos donos da casa pararam na trave, quando Muriel fez boa jogada, entrou na área e chutou forte, Donnarumma desviou levemente na bola e evitou o tento doriano.

As maiores emoções foram guardadas para os últimos minutos. Aos 39 minutos, Muriel ganhou disputa na área e mandou para o fundo das redes, mas o gol foi anulado porque o atacante da Samp pôs a mão na bola. No minuto seguinte, a defesa da Samp bobeou, Suso avançou e tocou na medida para Bacca que com muito oportunismo marcou o gol. Depois disso, a Sampdoria tentou abafar nos minutos finais, mas sem sucesso, não conseguiu reverter a vantagem do Milan, que voltou a vencer após duas derrotas consecutivas.