Corinthians e Palmeiras se enfrentam em clássico de rumos distintos no Brasileirão

Timão está de olho no G-4, enquanto Verdão quer ampliar vantagem na ponta da tabela em partida repleta de mistério dos técnicos para os titulares do confronto

Corinthians e Palmeiras se enfrentam em clássico de rumos distintos no Brasileirão
(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
Corinthians
Palmeiras
Corinthians: Cássio; Léo Príncipe, Vilson (Yago), Balbuena, Uendel (Arana); Cristian; Marlone, Rodriguinho, Camacho, Lucca; Gustavo. Técnico: Cristóvão Borges.
Palmeiras: Jaílson; Jean, Mina, Edu Dracena, Zé Roberto; Gabriel, Tchê Tchê, Moisés; Dudu, Róger Guedes e Lucas Barrios (Rafael Marques).
ÁRBITRO: Héber Roberto Lopes. Assistentes: Kleber Lucio Gil e Carlos Berkenbrock.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, a ser disputada na Arena Corinthians. Início da partida: 16h no horário de Brasília.

Clássico dos mistérios. É assim que pode-se chamar o confronto entre Corinthians e Palmeiras, que medem forças em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro neste sábado (17), na Arena Corinthians. Cuca e Cristóvão Borges não pouparam esforços para camuflar seus prováveis 11 titulares para a partida, que tem um peso maior na parte de cima da tabela.

Do lado do Timão, que soma 41 pontos na quinta posição, Cristóvão parece estar na corda bamba devido as cobranças por melhores resultados nas partidas. Apesar disso, o comandante se mostra confiante para manter a vasta invencibilidade de 34 jogos na Arena Corinthians. O objetivo colar um pouco mais na ponta da tabela e de quebra permanecer invicto em casa.

Já o Alviverde, que é líder do campeonato com 48 pontos, tem uma missão pra lá de complicada. Os comandados de Cuca precisam vencer o maior rival longe de seus domínios. Qualquer resultado diferente desse pode colocar em risco a liderança do Palmeiras, já que o Flamengo recebe o Figueirense no domingo (18) e, se vencer, ultrapassa o Alviverde nos pontos.

A arbitragem do clássico paulista será por conta de Héber Roberto Lopes, que contará com o auxílio dos assistentes Kleber Lucio Gil e Carlos Berkenbrock, todos de Santa Catarina. A VAVEL Brasil transmite a partida em tempo real online com todas as informações para você.

Cristóvão Borges não confirma equipe titular para o clássico

No CT Joaquim Grava, o Corinthians se apresentou para a última sessão de treinamentos nesta sexta-feira (16) antes do duelo diante do maior rival e Cristóvão Borges comandou o time com treinamentos táticos para os jogadores que deverão compor o plantel titular da partida. 

Fágner, suspenso por terceiro amarelo, deve dar lugar ao jovem Léo Príncipe, enquanto o outro lateral, Uendel, não deve ser problema após sentir um incômodo na coxa no começo da partida contra o Coritiba. Porém, a equipe titular não foi confirmada pelo treinador. Vilson foi ausência para tratamento na parte interna. O comandante falou sobre a saúde de seu time.

"Como tivemos uma semana muito dura e pesada, neste momento é a recuperação e a condição dos jogadores. Por isso ainda vamos esperar a avaliação amanhã para definir, nem todos puderam fazer o mesmo tipo de treino hoje. Vamos aguardar, vai depender dessa avaliação".

O Timão novamente não poderá contar com Danilo, Rildo, Pedro Henrique, Bruno Paulo e Guilherme, todos contundidos. Já Giovanni Augusto está relacionado após problema muscular, mas dificilmente ficará no banco. O alvinegro deverá ter Cássio; Léo Príncipe, Vilson (Yago), Balbuena, Uendel (Arana); Cristian; Marlone, Rodriguinho, Camacho, Lucca; Gustavo.

Ciente da importância da vitória para poder ficar mais próximo dos primeiros colocados, Cristóvão Borges se mostrou confiante para a partida.

"Uma grande oportunidade, sabemos disso, necessitamos nos aproximar da ponta. Oportunidade boa e grande, independente do momento que passamos. Demos uma crescida, apresentamos boas coisas, principalmente na última partida. Estamos confiantes", analisou o treinador.

O Corinthians carrega uma invencibilidade de 34 jogos na Arena e tentará aumentar a sequência positiva em casa contra o Palmeiras. Questionado sobre qual seria a postura do Timão contra o líder do Brasileirão, Cristóvão foi contundente sobre a constante busca pelo triunfo, independente do adversário ou do local do jogo.

Respeito existe sempre, não só por ser o Palmeiras líder, mas por ser adversário. Vamos jogar da mesma forma, dentro ou fora de casa. Isso eu prego e acho que tem que ser assim. Equipe de nível como o Corinthians não pode mudar de comportamento dentro ou fora", completou Cristóvão.

Edu Dracena retorna à zaga e ataque segue indefinido

Afastado da agitação e do caos da capital paulista, o Palmeiras fez sua concentração para o clássico contra o Corinthians em Atibaia, interior de São Paulo, para buscar colocar tudo os eixos depois do empate diante do Flamengo na última rodada. O técnico Cuca divulgou a lista de atletas relacionados para a partida nesta sexta-feira (16), após o término das atividades de preparação para o jogo.

A novidade ficou por conta da volta do volante Arouca, liberado para jogar após o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ter revogado a pena preventiva do atleta. O jogador estava suspenso por 30 dias, desde 1º de setembro, quando foi flagrado no exame antidoping após partida contra o Internacional, em 17 de julho. Seu último jogo pelo Verdão havia sido contra o Fluminense, no fim de agosto.

Ronaldo Botelho Piacente, presidente do STJD aceitou o pedido de reconsideração do Palmeiras para suspender a pena preventiva de Arouca, com isso, o jogador foi liberado para atuar até a data do julgamento, que ainda não foi definida. O volante fica como opção no banco de reservas para o Dérbi, já que Cuca deve manter o trio de meio-campo que vem sendo titular: Gabriel, Moisés e Tchê Tchê.

Em entrevista coletiva, o técnico Cuca confirmou que o experiente Edu Dracena será o substituto de Victor Hugo no setor defensivo, já que o camisa 4 cumpre suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo diante do Flamengo na última quarta-feira (14). Quem também está suspenso é o artilheiro Gabriel Jesus, mas Cuca optou por manter sigilo sobre quem ficará com a vaga no time.

O Edu entra na zaga, como ele jogou lá em Porto Alegre. Na frente ainda temos essa dúvida. Não temos nada definido. Perdemos o Gabriel e vamos ganhar um tempo a mais para estudar o adversário e depois definir o jogador que vai jogar”, declarou.

Questionado sobre a ausência de Erik, que perdeu espaço no time nas últimas rodadas, Cuca deixou vestígios de que o jogador pode voltar a atuar, mas não esqueceu de frisar que há ainda outras opções para o setor, como Rafael Marques, Lucas Barrios e Leandro Pereira.

"O Erik pode voltar. É uma opção que temos nos jogos, um menino que temos muita confiança. O Rafael também, apesar de não ser um centroavante, atuou na função quando tivemose Leandro Pereira e Barrios. Hoje a gente tem os dois, mas é um jogador importante pra nós também", ressaltou o técnico.

Além dos suspensos Jesus e Victor Hugo, o Palmeiras não contará com Fernando Prass e João Pedro, ainda em recuperação, e o atacante Alecssandro, que segue em período de condicionamento físico. Com isso, o provável time titular pode ser composto por Jaílson; Jean, Mina, Edu Dracena, Zé Roberto; Gabriel, Tchê Tchê, Moisés; Dudu, Róger Guedes e Lucas Barrios (Rafael Marques).

Em relação ao adversário do dia, bem como o valor de uma partida como esta, Cuca apontou o confronto como um grande jogo, já que todo clássico é gera um clima diferente.

"É um clássico, e todo clássico é diferente. Um clássico mexe com o torcedor, com a imprensa, com os jogadores e com a cidade. É importante contra o Santos, contra o São Paulo. Todo clássico tem sua importância e esse é um clássico decisivo tanto para o Corinthians quanto para o Palmeiras. A gente pressupõe que vai ser um grande jogo”, afirmou.