Após derrota, Osorio admite: "Tentamos avançar e pagamos por isso"

Nesta quinta (29), a México e Alemanha se enfrentaram pelas semifinais da Copa das Confederações, em Sochi. Após a derrota mexicana por 4 a 1, o técnico Juan Carlos Osorio avaliou a partida e admitiu os espaços oferecidos a equipe alemã, mas entendeu que o  resultado não refletiu o equilíbrio entre as duas seleções.

"Nossa maneira de jogar é muito agressiva. Tentamos avançar o tempo todo e pagamos por isso. Eles são vencedores justos, mas o placar parece sugerir que eles são muito melhores e não acho que tenha sido esse o caso" - afirmou.

Apesar da elasticidade no placar, o jogo foi equilibrado para ambos os lados. A seleção mexicana teve algumas oportunidades para marcar, mas acabou desperdiçando. Para o técnico Osorio, a seleção merecia um resultado melhor.

"Devo dizer que merecíamos um resultado melhor. Tivemos muitas oportunidades e mostramos que podemos chegar ao gol adversário. Mas eles foram muito eficientes. Sempre que chegavam ao nosso campo, criavam uma chance de marcar" - disse o técnico.

Questionado sobre a dificuldade em alguns momentos do jogo, Osorio amenizou a situação e relembrou partidas da própria Copa das Confederações, onde o time saiu atrás do placar. "Nas três primeiras partidas da competição, nós tivemos algumas dificuldades, mas tivemos a força psicológica para reagir. Hoje foi mais difícil fazer o mesmo" - finalizou.

Osorio e Löw se cumprimentam ao fim da partida (Foto: Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images)

Após a derrota, a seleção mexicana deu adeus à tão sonhada final. Os mexicanos permanecem na Rússia para enfrentar Portugal, no domingo (2), buscando pelo menos a terceira colocação na competição. A disputa ocorrerá no Estádio do Spartak, às 9h, sem contar com a presença do astro Cristiano Ronaldo.

VAVEL Logo