Muitos títulos e reedição de final histórica: semifinais da Uefa Champions League são definidas

Bayern x Real e Liverpool x Roma estão programados para acontecerem no final de abril e começo de maio; classificados disputam final no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia

Muitos títulos e reedição de final histórica: semifinais da Uefa Champions League são definidas
Fabrice Coffrini/AFP/Getty Images

Depois de se classificarem em partidas emocionantes no meio desta semana, os semifinalistas da Uefa Champions League conheceram seus adversários. Em sorteio realizado na manhã desta sexta-feira (13), em Nyon, na Suíça, a tradição de quatro grandes equipes europeias vai protagonizar excelentes e históricos confrontos, no mesmo nível de disputa dos jogos realizados nas quartas de final. De um lado do confronto, o Bayern de Munique vai enfrentar o Real Madrid; ao todo, são 17 títulos europeus em campo. Do outro, após retornarem à disputa da UCL depois de alguns anos e chegarem em momentos tão decisivos, Liverpool e Roma se reencontram em reedição da final de 1984.

Como reza o protocolo do sorteio das semifinais feito pela Uefa, foi definido o time mandante das finais, que será o vencedor de Bayern de Munique x Real Madrid. Porém, isso serve apenas por questões burocráticas, uma vez que a decisão é única e em campo neutro. Os jogos de ida das semifinais estão programados para acontecer nos dias 24 e 25 de abril, enquanto as partidas de volta serão disputadas nos dias 1º e 2 de maio. A grande final irá acontecer no dia 26 de maio, no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia.

Fabrice Coffrini/AFP/Getty Images

O Bayern de Munique chegou à semifinal após mostrar muita solidez e conseguir administrar o Sevilla. O time teve 30 minutos de insegurança defensiva e até ficou em desvantagem, mas conseguiu a virada fora de casa. Diante da fanática torcida na Allianz Arena, o empate sem gols foi suficiente para mais uma presença entre os quatro melhores. O time alemão conquistou o hexacampeonato da Supercopa da Alemanha, o sexto título consecutivo da Bundesliga e luta pela sexta taça da Uefa Champions League.

O Real Madrid visa aumentar os feitos históricos já obtidos. São 12 títulos ao longo da história, oito semifinais seguidas e a mira do tricampeonato, que não é obtido desde a metade da década de 1950. Os merengues sofreram para chegarem novamente a esta fase. Após vencer a Juventus na Itália por 3 a 0, os espanhóis foram surpreendidos pela atuação impressionante do adversário e foram derrotados por 3 a 1. O gol que garantiu a classificação foi marcado por Cristiano Ronaldo no último minuto, em uma penalidade máxima completamente polêmica e discutível mesmo após dois dias passados.

Fabrice Coffrini/AFP/Getty Images

Embora o outro duelo não tenha tantos títulos em disputa, não significa menos importância. Muito pelo contrário. Liverpool e Roma têm históricos espetaculares na principal competição interclubes do mundo. Os Reds voltaram a disputar a Uefa Champions League após um bom tempo e tiveram fantástica atuação nos dois jogos contra o Manchester City, com vitórias por 3 a 0 e 2 a 1. Os resultados motivaram ainda mais o clube, que tem cinco conquistas continentais e busca retomar a hegemonia europeia após 11 anos.

Do outro lado, a Roma conseguiu eliminar o Barcelona em um dos jogos que vai ficar na história da equipe situada na Cidade Eterna. Após ser goleado por 4 a 1 pelos catalães no primeiro confronto, os italianos conseguiram vencer por 3 a 0 e se classificarem pelo gol marcado como visitante. A histórica classificação é e vai ser comemorada por muito tempo.  No cenário internacional, a equipe pode trazer um título europeu à Itália após oito anos, quando a Internazionale venceu em 2010. Para o próprio clube, enfrentar o Liverpool é relembrar a decisão de 1984, quando o time de Falcão e Toninho Cerezo foi derrotado nas penalidades máximas para o clube inglês, que tinha Ian Rush e Kenny Dalglish como principais referências.