Hervé Renard lamenta gol sofrido nos acréscimos após Marrocos dominar jogo contra Irã

Hervé Renard lamenta gol sofrido nos acréscimos após Marrocos dominar jogo contra Irã

Aziz Bouhaddouz entrou no segundo tempo e marcou gol contra aos 50 do segundo tempo, decretando a derrota marroquina por 1 a 0

MCoelho
Marcelo Coelho

O Marrocos dominou a maior parte do jogo contra o Irã, construiu grandes jogadas, mas pecou na hora da finalização. E quando tudo parecia desenrolar para um empate, o atacante marroquino Aziz Bouhaddouz cabeceou contra a própria meta e selou a derrota da seleção africana.

O treinador do Marrocos Hervé Renard lamentou o trágico lance que culminou na derrota de sua equipe. O comandante viu sua equipe ter mais posse de bola (63%), ter mais escanteios (5) e ter mais chutes ao gol (13), mas não conseguir transformar suas chances em gol. Coube a Renard parabenizar aos adversários pela vitória.

“É sempre ruim tomar o gol nos acréscimos. Tivemos oportunidades, mas não conseguimos aproveitar. Parabéns ao Irã e parabéns a Carlos Queiroz também”, lamentou.

Escolhido pela FIFA como o Homem do Jogo, o meia Amine Harit concordou com o seu técnico e disse estar decepcionado com o resultado, visando que os dois próximos jogos serão contra Portugal e Espanha. Harit também comentou que preferia ganhar a partida em vez do prêmio individual.

“Penso que tivemos oportunidades, como o técnico disse, mas não conseguimos ser eficientes. É decepcionante não vencer este primeiro jogo, pois agora vamos ter dois jogos muito difíceis”, comentou.

“Preferia ter vencido e não ter sido o craque do jogo. Tivemos oportunidades, mas não fomos eficientes. Temos dois jogos pela frente muito difíceis. Cabe a nós ter resultados honrosos. Contra Portugal e Espanha temos que esquecer o resultado”, finalizou.

VAVEL Logo
CHAT