1-0, min. 53, Diego Costa.
No sufoco, Espanha vence Irã com gol chorado e depende apenas de si para ir ao mata-mata do Mundial

No sufoco, Espanha vence Irã com gol chorado e depende apenas de si para ir ao mata-mata do Mundial

Diego Costa marcou sem querer para os espanhóis na etapa final; Iranianos pressionaram mas não conseguiram o empate

yannrodrigues
Yann Rodrigues

Ufa! A Espanha colocou um pé nas oitavas de final da Copa do Mundo na tarde desta quarta-feira (20), após vencer o Irã por 1 a 0 com um chorado gol do brasileiro naturalizado espanhol, Diego Costa. Apesar da grande posse de bola, os europeus sofreram e muito para confirmar o resultado e levaram inúmeros sustos. 

Com este resultado, La Roja precisa de apenas um simples empate diante do Marrocos para garantir a vaga na próxima fase. Os asiáticos precisarão bater a poderosa Portugal, de Cristiano Ronaldo, se quiserem ir para próxima fase, em confronto direto. 

Tik-Taka espanhol esbarra em muralha iraniana

A Fúria espanhola começou o duelo doutrinando a posse de bola, como de costume. Na primeira chance, Carvajal pegou sobra de um cruzamento de Jordi Alba e chutou meio torto, por cima do gol. David Silva também tentou finalizar após receber passe de Busquets, mas foi travado pela zaga.

Outra oportunidade saiu dos pés do zagueiro e capitão Sergio Ramos. Em cobrança de falta, o atleta do Real Madrid acabou acertando a barreira e facilitando a defesa do goleiro na sequência. David Silva caprichou mais na bola parada, e obrigou Beiranvand a fazer boa defesa.

A grande oportunidade saiu dos pés do meia do Manchester City. Jordi Alba ergueu a bola na grande área, Piqué ajeitou de cabeça e o camisa 21 emendou um voleio por cima da trave iraniana. Isco também tentou de forma individual e finalizou cruzado, mas pela linha de fundo, sem grandes perigos para a meta adversária. 

Aos 46 minutos da etapa final, David Silva por muito pouco não tirou La Roja do sufoco. Na entrada da área, o meia ajeitou para a poderosa perna canhota e bateu forte, a bola desviou e quase entrou no cantinho do gol dos islâmicos.

Sufoco, gol chorado e vaga encaminhada

No início da etapa final, a seleção espanhola voltou disposta a abrir o placar. Primeiro Piqué quase marcou após cobrança de escanteio. Na sequência, a grande chance foi de Sergio Busquets, que acertou linda finalização de fora da àrea, mas o goleiro Beiranvand voo para defender no ângulo. Ansarifard respondeu com uma bomba de dentro da área, que tirou tinta da trave de De Gea. 

Aos oito minutos, o alívio. Iniesta trabalhou bola e recebeu, dividiu, avançou e tocou para Diego Costa. O centroavante dominou, girou e ia sendo desarmado por Rezaeain, mas a bola resvalou na canela do espanhol e foi morre no fundo das redes. 

(Foto: FIFA/Getty Images)
(Foto: FIFA/Getty Images)

O Irã chegou a empatar com Ezatolahi, após cruzamento de Rezaeain. A bola sobrou para o camisa 6 após desvio Azmoune terminou no fundo das redes espanhola. O bandeirinha de imediato assinalou o impedimento duvidoso, e com o auxílio do árbitro de vídeo foi confirmado a irregularidade no gol. Taremi quase chegou ao tento que igualaria o placar após cruzamento de Mohammadi, mas a bola passou por toda área sem que ele conseguisse desviar. 

Taremi teve uma chance espetacular de empatar, mas de novo ficou no quase. Amiri deu uma caneta fenomenal em Piqué, que ficou perdido no lance, e cruzou na cabeça do camisa 17 que veio de trás etestou firme, mas por cima das traves de De Gea, sem conseguir alterar o placar final. 

VAVEL Logo
CHAT