Alguém vai dançar: Senegal e Colômbia fazem duelo decisivo por classificação à próxima fase

Alguém vai dançar: Senegal e Colômbia fazem duelo decisivo por classificação à próxima fase

As duas seleções buscam uma vaga na próxima fase da Copa; Senegal tem a vantagem do empate, enquanto só a vitória interessa aos colombianos

MCoelho
Marcelo Coelho
SenegalArias, Sanchez, Mina, Mojica; Uribe, Carlos Sanchez, Cuadrado, Quintero, James Rodriguez; Falcao. Técnico: José Pekerman.
ColômbiaNdiaye; Sabaly, Koulibaly, Sane, Wague; Kouyate,Ndiaye,Gana Gueye; Mané, Niang, Sarr. Técnico: Aliou Cissé.
ÁRBITROMilorad Mazic (SER).
INCIDENCIASPartida válida pela terceira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo. O confronto, acontece na Arena Samara, na Rússia.

Senegal e Colômbia jogam nessa quinta-feira (28), às 11h (horário de Brasília), de olho em uma vaga para às oitavas. O duelo é visto como uma final para as duas seleções: quem vencer, passa de fase. Com 4 pontos, Senegal tem a vantagem de jogar por um empate, diferente da Colômbia que tem 3.

Liderados por Mané e Niang, a seleção africana quer repetir a última – e única – participação e avançar de fase. Em 2002, Senegal chegou até às quartas e caiu para a Turquia, perdendo o jogo na prorrogação por um placar de 1 a 0.

A Colômbia quer aproveitar a confiança que ganharam na boa vitória sobre a Polônia, por 3 a 0, e fazer mais uma boa atuação para garantir uma vaga nas oitavas. Para isso, Jose Pékerman conta com a habilidade de Falcão Garcia, James Rodriguez, Juan Quintero e Juan Cuadrado para passarem por Senegal.

Confiança sul-americana

A Colômbia não teve o início esperado no Mundial. Com uma inesperada expulsão de Carlos Sanchez, no começo da partida contra o Japão, os sul-americanos tiveram o rendimento afetado e estrearam com uma derrota. Mas se recuperaram com uma boa vitória em cima da Polônia, com os seus principais jogadores inspirados.

E são com eles que Jose Pékerman conta para que possam fazer mais uma bela atuação. O treinador espera um jogo difícil contra Senegal, que fazem a melhor campanha entre os africanos até aqui.

“Temos que procurar nos impor com força e qualidade. Vai ser um jogo complicado, pois o time de Senegal é o melhor africano, tem boa consistência e vai dar trabalho”, afirmou.

Para o jogo decisivo Pékerman não poderá contar com Abel Aguilar, que está fora da partida por conta de um edema no músculo adutor da coxa esquerda. Porém, o comandante dos colombianos pode contar com o retorno de Carlos Sanchez, que cumpriu suspensão por causa da expulsão na estreia.

Precisando de um empate, Senegal quer a vitória

Quebrando a expectativa que a equipe carregava no início da Copa, Senegal não fez feio e chega muito bem para o último jogo do grupo H. Com uma vitória na estreia contra a favorita Polônia, por 2 a 0, Mané e companhia deram o primeiro triunfo para as seleções africanas, no torneio. Contra o Japão, Senegal chegou a ficar duas vezes a frente do placar, mas acabou cedendo o empate para os nipônicos.

Com a boa campanha, os senegaleses jogam a partida decisiva com a vantagem de um empate. Aliou Cissé, em coletiva, disse que a partida contra a Colômbia será muito boa, visto que as duas equipes têm um estilo de jogo parecido.

“Colômbia e Senegal têm o mesmo estilo. É um compromisso com a velocidade, é uma equipe que conhecemos. Jogamos um amistoso em 2014, vai ser um jogo interessante. Somos equipes que podem fazer parte dos 16 melhores do mundo. A Colômbia pode nos causar problemas, mas também temos argumentos para levar problemas para eles”, comentou.

Aliou Cissé fez parte do elenco de Senegal que chegou até as quartas de finais da Copa do Mundo de 2002, do qual ele era o capitão, e espera fazer história com a seleção mais uma vez.

VAVEL Logo

Futebol Internacional Notícias

há um dia
há um dia
há um dia
há um dia
há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias