José Pékerman comemora classificação e analisa confronto contra Inglaterra

Treinador, que se tornou o primeiro a levar colombianos à segunda fase do Mundial por duas vezes - 2014 e 2018 -, foi elogiado pelos torcedores pelas mudanças e desempenho da equipe

José Pékerman comemora classificação e analisa confronto contra Inglaterra
Foto: FIFA/Getty Images

Com gol de Mina, a Colômbia bateu Senegal nesta quinta-feira (28) pelo placar de 1 a 0 e se garantiu nas oitavas de final da Copa do Mundo. O resultado serviu ainda para a conquista do primeiro lugar do Grupo H da competição, fazendo com que os colombianos enfrentem a Inglaterra no próximo confronto. O treinador da equipe, José Pékerman, comentou sobre os atrativos da vitória e analisou seu próximo adversário no torneio.

Em si, a partida contra os senegaleses foi de pura tensão para os colombianos. O duelo foi movimentado durante todo o tempo, com ambas equipes tendo oportunidades de abrir o placar. O resultado positivo daria a classificação para ambas partes, que por certo momento estiveram unidas na zona de classificação do grupo, já que a Polônia vencia o Japão, enquanto o placar insistia no empate sem gols no jogo restante. Porém, após o tento do zagueiro ex-Palmeiras, a Colômbia rumou à classificação, deixando Senegal de fora por conta do número de cartões recebidos durante a competição, em quantidade superior a dos japoneses.

O regulamento não agrada a todos, porém, Pékerman preferiu não ir contra: "Todos sabemos quando chegamos ao Mundial que há um regulamento e uma definição. Temos que aceitá-los e entendermos que necessita-se achar uma forma de definição dos duelos, seja no saldo de gols ou gols a favor. Agora, os jogadores vão ter mais cuidado com o valor de um cartão e os treinadores terão que achar uma estratégia de evitá-los", afirmou José Pékerman.

Sobre a partida, José citou as dificuldades passadas para chegar ao placar favorável e soltou elogios à equipe adversária: "Tivemos momentos preocupantes durante a partida, principalmente no primeiro tempo, quando Senegal teve uma atuação muito boa. Porém, conseguimos conter essa ofensividade, não os deixando ter tantas oportunidades claras de gol", disse Pékerman.

Não há dúvidas que as jogadas de bola aérea são pontos fortes da equipe colombiana. Além do rendimento positivo defensivo, agora, a Colômbia chega ao segundo gol oriundo de cruzamentos, e isso não é por acaso. Na entrevista, o comandante colombiano revelou trabalho árduo na organização de jogadas nos treinamentos, além de contar com bons nomes no quesito:

"Trabalhamos a bola parada muito bem, não é casualidade. Temos bons cobradores e finalizadores, além de uma ordem definida de jogadas para fazer valer esse desequilíbrio", afirmou o comandante colombiano.

Na próxima terça-feira (3), a Colômbia enfrenta a Inglaterra em confronto válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Para a partida, o treinador citou a mudança de espirito recorrente do avanço da competição e afirmou esperar equilíbro entre as equipes no confronto: 

"Estamos entre as 16 melhores equipes do Mundial. A Inglaterra é uma equipe jovem, com muito entrosamento e bons talentos individuais, além de ter passado com facilidade em seu grupo. Agora, as partidas vêm com outro aspecto, obrigando as equipes a fazerem uma grande atuação. A Inglaterra tem a capacidade, enquanto a Colômbia tem muita confiança em competir e conseguir um bom resultado", concluiu José Pékerman.