11 contra 11: França leva vantagem no comparativo entre titulares contra Uruguai

Com direito a dois empates técnicos, os franceses batem uruguaios em disputa individual por cinco jogadores contra quatro; nesta sexta-feira (6), as equipes disputam vaga nas semifinais da Copa do Mundo

A Copa do Mundo da Rússia vai chegando às suas fases finais cercadas de emoção e apreensão pelos seus próximos episódios. Nesta sexta-feira (6), Uruguai e França dão início às quartas de final da competição, às 11h, no Estádio de Níjni Novgorod.

Com o intuito de deixar os espectadores no clima para a partida, a VAVEL Brasil preparou um comparativo especial entre os jogadores de ambas equipes. No geral, a equipe francesa levou ligeira vantagem no confronto: 5 a 4, além de dois empates técnicos. No emparelhamento e na partida real, os uruguaios não contam com Cavani, artilheiro da equipe no Mundial e um dos principais jogadores do time.

Lloris x Muslera

Franck Fife e Hector Retamal/Getty Images
Franck Fife e Hector Retamal/Getty Images

A primeira disputa entre jogadores uruguaios e franceses termina em empate técnico. Talvez, muitos apontem Hugo Lloris como arqueiro com habilidades superiores às de Muslera, porém, o desempenho do jogador uruguaio ao vestir a camisa de sua seleção é completamente diferente do que vemos em seu clube. Para fazer a análise, temos de levar em consideração a importância dos jogadores para suas equipes. Com isso, vemos que ambos possuem grande significado para o resto dos jogadores, já que Lloris utiliza a braçadeira de capitão francesa, enquanto Muslera é uma das lideranças da jovem equipe uruguaia. Na competição, ambos não foram tão exigidos graças ao ótimo desempenho do restante do sistema defensivo das equipes. Sendo assim, tendo em consideração o desempenho pelas seleções, a importância para o restante da equipe e o desempenho no Mundial, Lloris e Muslera ficam no empate no "11 contra 11"!

Pavard x Cáceres

O confronto na lateral-direita se dá entre dois zagueiros improvisados como laterais, e que demonstraram bom desempenho na competição até aqui. Mais experiente, Cáceres já foi utilizado por diversas vezes em sua carreira, tendo até feito participações pela esquerda nesta Copa do Mundo e sempre mostrou o estilo aguerrido, como de costume na equipe uruguaia. Por outro lado, Pavard está no início de sua carreira e pouco jogou pelo lado da zaga. Na França, caiu como uma luva no sistema defensivo de Deschamps e vem sendo uma das revelações da competição, principalmente, após seu golaço contra a Argentina. Diante da importância desse gol do francês para a sequência de sua equipe na competição, contra a experiência junta do tradicional bom desempenho do uruguaio, além de contar a boa temporada de ambos em seus clubes, novamente se há um empate técnico entre as opções.

Varane x Giménez

A disputa na posição de terceiro zagueiro se destaca pela juventude composta pela qualidade. Aos 25 anos, Varane não é mais a jovem promessa do Real Madrid e vem se tornando cada vez mais referência mundial na posição, enquanto Gimenez, 23, segue os mesmos passos, porém, sem a conquista dos mesmos títulos de peso pelo lado vermelho e branco da capital espanhola. Na Copa do Mundo, ambos vem praticando com exatidão seus papéis, no entanto, levando em consideração qualidades em geral, a escolha na posição se dá por Raphaël Varane!

Umtiti x Godín

Simon Stacpoole/Getty Images
Foto: Simon Stacpoole/Getty Images

Ao completar a dupla de zaga, temos novo confronto entre a juventude e experiência. Pelo lado francês, Umtiti chega à sua primeira participação em Copas do Mundo, aos 24 anos, porém, ainda sem total crédito e confiança depositada como em outros nomes da posição. No lado uruguaio, Godín, aos 32, chega ao terceiro mundial - o segundo como capitão da equipe - como referência na qualidade e liderança, além da sequência de excelentes temporadas no Atlético de Madrid. Diante dos pontos citados, a escolha por Godín para quarto zagueiro é unânime!

Lucas Hernández x Laxalt

Odd Andersen/Getty Images
Foto: Odd Andersen/Getty Images

Na lateral-esquerda, a disputa se dá entre novos nomes nas seleções, substituindo tradicionais jogadores do passado, como Evra e Álvaro Pereira. A manutenção dos jogadores na posição se deu há pouquíssimo tempo, tendo eles sendo nomes incertos durante boa parte do ciclo da para disputa da Copa do Mundo. Lucas Hernández era tratado apenas como um peça de reposição para Mendy, e mesmo assim disputou posição com Digne para exercer esse papel durante certo tempo. A situação de Laxalt é ainda mais peculiar: antes da Copa do Mundo, o jogador havia disputado apenas três partidas pela seleção uruguaia, em todas saindo do banco de reservas, somando apenas 100 minutos pela Celeste. Na competição, entrou na terceira rodada e foi classificado como a grande peça de ajuste no esquema de Óscar Tabarez, se destacando tanto na defesa, como no ataque. Tendo como base a mudança do rendimento da equipe após sua entrada e bom desempenho na competição, mesmo com apenas dois jogos como titular, Laxalt é o escolhido como dono da lateral-esquerda!

Kanté x Torreira

Simon Stacpoole/Offside/Getty Images
Foto: Benjamin Cremel/Getty Images

A partir do meio-campo, a disputa entre jogadores começa a ficar mais complicada para os uruguaios, caracterizados pelo bom desempenho coletivo, contra grandes estrelas a nível internacional, como os franceses. Uma dessas estrelas é N'Golo Kanté, volante do Chelsea, que tem como principais atributos a marcação incessante conjunta da qualidade na saída de bola, além de ter em seu currículo excelentes momentos no ataque, como dribles e gols bonitos, porém, algo pouco visto na seleção francesa, onde se mantém mais preso na defesa. Por outro lado, aos 22 anos, Torreira é um nome em crescimento, que possivelmente alcançará voos maiores que a Sampdoria, da Itália, após a Copa do Mundo. Assim como Laxalt, tem passagem curta pela seleção uruguaia. Sua estreia se deu há pouco mais de três meses e a titularidade veio na última rodada da fase de grupos, contra a Rússia. Desta forma, o nome de Torreira é tratado para o futuro, já que, no presente, o principal nome da posição é N'Golo Kanté. A seleção da VAVEL segue o panorama mundial e escolhe o volante francês como dono da meiuca!

Pogba x Vecino

O segundo nome do meio-campo segue com ampla diferença técnica favorável aos franceses. Paul Pogba, o astro irreverente do Manchester United, é apontado como um dos melhores jogadores do mundo e tem feito bons jogos na Copa. Contra a Argentina, no principal jogo da competição até aqui, Pogba apareceu em bons lançamentos do campo de defesa visando a velocidade de Mbappé e levou perigo aos nossos hermanos. Na primeira partida, chegou a comemorar o gol da vitória contra Austrália, porém, mais tarde foi assinalado como 'contra' do jogador adversário. Vecino é mais um dos atletas de Tabárez que compõem o forte sistema defensivo uruguaio, sendo unanimidade nas escalações do treinador - disputou todos os jogos até aqui. Tendo como base a qualidade técnica entre os jogadores, o escolhido para compor a segunda vaga do meio-campo do "11 contra 11" é Paul Pogba!

Matuidi x Bentancur

Fechando a trinca de meias, vem a disputa entre Matuidi e Bentancur, estes, com a característica de fazer a bola rodar pelo campo e fazer infiltrações na área, além da obrigação defensiva. Ambos atuam na Juventus, da Itália. Na equipe, o meia francês costuma ser titular na equipe, enquanto Bentancur é tratado como futuro jogador da posição. Por muitas vezes, o meia uruguaio é utilizado de forma mais recuada na equipe italiana, como um primeiro volante, porém, nesta Copa do Mundo, tem feito partidas em um posicionamento adiantado, próximo dos atacantes, sendo uma espécie de armador do time, e tem ido bem na função. O meia de 22 anos tem se destacado pela mobilidade em campo, além dos bons passes conectando os atacantes da equipe, sendo assim, o escolhido para a equipe no '11 contra 11' e batendo o "concorrente" francês.

Mbappé x Nandéz

Com as diferenças no desenho tático dos times, o nome de Nandez é o mais adequado para comparação em relação ao posicionamento com Mbappé, já que ambos jogam pelo lado direito do ataque de suas equipes e cumprem funções parecidas dentro de campo. Mbappé é sem dúvidas um dos grandes jogadores do cenário mundial futebolístico no momento, mesmo que somando apenas 19 anos de idade. Além disso, na Copa do Mundo, soma três gols e é apontado como um dos candidatos a se tornar o melhor jogador da competição. Do outro lado, Nandéz fecha o meio-campo do Uruguai, caracterizado pelo poder coletivo, como citado anteriormente. Com isso, não há duvidas que o escolhido no '11 contra 11' é Kylian Mbappé!

Griezmann x Stuani

Se dirigindo ao ataque das equipes, a comparação esperada por todos seria entre as duplas titulares de França e Uruguai. Porém, com a ausência de Cavani, ocasionada por uma lesão na última partida, o primeiro confronto tem de ser feito entre Griezmann e Stuani, substituto do atacante do PSG na partida. O desfalque torna a escolha do '11 contra 11' mais fácil, porém, causa uma grande perda ao espetáculo das quartas de final. Sendo assim, sem o autor do gol da classificação do Uruguai às quartas, o escolhido para entrar na seleção é o camisa 7 da França, Antoine Griezmann.

Giroud x Suárez

A última disputa entre os jogadores das seleções se dá no atacante de área. Nos casos, temos dois clássicos centroavantes, que vestem as camisas 9 dos times: Giroud e Suárez. Entretanto, o jogador francês ainda não desencantou nesta Copa do Mundo, enquanto o uruguaio marcou duas vezes e é o vice-artilheiro da equipe na competição, atrás de Cavani, com três gols. No Uruguai, Suárez exerce um papel de ícone nacional, tendo episódios marcantes nos últimos dois Mundiais, virando ídolo da Celeste. Para o confronto, com a ausência de seu companheiro no ataque, o jogador do Barcelona é a principal esperança de gols dos uruguaios para a classificação às semifinais da competição. Com isso, é inevitável a escolha de Luís Suárez como centroavante no '11 contra 11', fechando a equipe na seleção da VAVEL para Uruguai e França.

O confronto entre as equipes será disputado nesta sexta-feira (6), às 11h, abrindo a fase de quartas de final da Copa do Mundo da Rússia. Com transmissão em tempo real, além de notícias pós-jogo e repercussão da partida, você acompanha tudo na VAVEL Brasil!