Após acordo com AFA, Jorge Sampaoli deixa o comando técnico da Argentina

Após acordo com AFA, Jorge Sampaoli deixa o comando técnico da Argentina

AFA conversa com o comandante argentino e consegue diminuiu o valor da multa rescisória

MCoelho
Marcelo Coelho

A longa novela de Jorge Sampaoli com a Argentina chegou ao fim. A federação entrou em acordo com o técnico e rescindiu o contrato por um valor muito abaixo da multa estabelecida. O acerto seria cerca de 2 milhões de dólares (10% do valor que estava em contrato). O anúncio foi feito em redes sociais.

Depois da campanha muito abaixo do esperado na Copa do Mundo da Rússia, a permanência de Sampaoli era tida como improvável, principalmente com os rumores de que o elenco não respeitava mais as decisões do treinador. A demissão não aconteceu antes por causa do alto valor da multa.

A trajetória de Sampaoli no comando da seleção argentina foi bem conturbada desde o início. A seleção não estava bem nas eliminatórias e corria o risco de ficar fora do Mundial, e a classificação só veio na última rodada e com muito sufoco.

Com 15 jogos a frente da Argentina, o treinador conseguiu 7 vitórias, 4 empates e 4 derrotas. A campanha na Copa foi fundamental para a demissão. Estrando com um empate por 1 a 1 com a Islândia e perdendo de 3 a 0 para a Croácia, a Argentina corria risco de cair ainda na primeira fase, mas venceu a Nigéria por 2 a 1 e foi às oitavas. No confronto com a França perdeu por 4 a 3 e deu adeus ao Mundial sob muitas críticas.

De olho na Copa América do ano que vem, a Argentina agora procura nomes para ocupar o comando de sua seleção. Com Diego Simeone e Mauricio Pochettino sendo tratados como impossíveis, Ricardo Gareca, Marcelo Gallardo e Matías Almeyda são os mais cotados para assumirem o cargo.

VAVEL Logo