Shanghai SIPG oficializa saída de Sven-Göran Eriksson e chegada de André Villas-Boas

Treinador português se torna o quinto mais bem pago do mundo e reencontra Hulk, seu ex-comandado na época de Porto

Shanghai SIPG oficializa saída de Sven-Göran Eriksson e chegada de André Villas-Boas
Foto: Sina Sports

O Shanghai SIPG anunciou na madrugada da sexta-feira (período da tarde na China) a saída do técnico sueco Sven-Göran Eriksson e já apresentou o substituto, o português André-Villas Boas. Eriksson estava na equipe de Xangai desde novembro de 2014 e comandou o SIPG em 76 partidas. No total, o treinador obteve 42 vitórias, 19 empates e 15 derrotas.

Nas duas temporadas, o Shanghai SIPG conseguiu um vice-campeonato na Super Liga Chinesa no ano passado e o terceiro lugar na edição 2016. A equipe estreou na Champions Asiática nesta temporada e caiu nas quartas de final para o sul-coreano Jeonbuk Hyundai Motors, finalista na competição. Antes de acertar com o SIPG, Sven-Göran Eriksson havia passado duas temporadas no Guangzhou R&F.

O português André Villas-Boas estava sem clube desde o final da última temporada europeia, quando deixou o Zenit. O treinador de 39 anos já comandou Porto, Chelsea e Tottenham, e trabalhou na comissão técnica de José Mourinho no Porto, no Chelsea e na Internazionale. No clube chinês, Villas-Boas reencontrará o atacante Hulk e o fisioterapeuta Eduardo Santos, antigos colegas de Zenit.

O tempo de contrato do treinador português não foi divulgado. André Villas-Boas se torna o quinto técnico mais bem pago do mundo e deve receber do SIPG € 12 milhões (cerca de R$ 43 milhões) anuais.