Focado na decisão da Champions, Real Madrid bate Deportivo com dois de Cristiano Ronaldo

Merengues vencem com tranquilidade, mas veem Barcelona derrotar Granada e ficar com o título

Focado na decisão da Champions, Real Madrid bate Deportivo com dois de Cristiano Ronaldo
Foto: Miguel Riopa/AFP/Getty Images
Deportivo La Coruña
0 2
Real Madrid
Deportivo La Coruña: Pletikosa; Pablo, Arribas (Rober, Min. 71), Sidnei e Navarro; Mosquera (Celso Borges, Min. 76), Bergantiños, Cartabia e Fajr (Oriol Riera, Min. 76); Lucas Pérez e Luis Alberto. técnico: Victor Sánchez
Real Madrid: Navas; Carvajal, Pepe, Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos (Isco, Min. 61) e Modric; Bale (Jesé, Min. 76), Benzema e Ronaldo (James Rodríguez, intervalo). técnico: Zinedine Zidane
Placar: 0-1, Ronaldo, Min. 7; 0-2, Ronaldo, Min. 25
ÁRBITRO: Mateu Lahoz; cartões amarelos: Kroos (Min. 50), Mosquera (Min. 57), Ramos (Min. 86), Marcelo (Min. 90)
INCIDENCIAS: partida válida pela 38ª e última rodada do campeonato espanhol 2015/16, realizada no estádio riazor, em la coruña

Neste sábado (14), o Real Madrid até tentou, mas não deu. Em partida válida pela 38ª e última rodada do Campeonato Espanhol 2015/16, os merengues até venceram o Deportivo La Coruña por 2 a 0 com dois de Cristiano Ronaldo, mas não foi suficiente, já que o Barcelona venceu o Granada e se sagrou campeão espanhol.

Agora, o foco merengue é para o dia 28 de maio, um sábado, quando encaram o rival Atlético de Madrid na decisão da Uefa Champions League 2015/16. Caso vença, o título "salva" a temporada merengue, marcada de altos e baixos.

Merengues dominam e Ronaldo marca dois

Desde os primeiros minutos de confronto os merengues mostravam sua imensa superioridade no Riazor, trocando passes com paciência e envolvendo os donos da casa, que não conseguiam ficar com a bola. Seja por bola aérea ou passando a bola, os merengues pressionavam nos primeiros minutos, tendo em vista que a vitória era uma obrigação.

Mas na primeira ótima chance que tiveram, os merengues não perdoaram. Aos 7', Bale recebeu na esquerda, fez bela jogada, invadiu a área e passou para Benzema. O francês tentou a finalização, mas pegou mal na redonda, que foi para a segunda trave onde estava Cristiano Ronaldo, que mandou para o fundo do gol: 1 a 0 Real Madrid.

A vantagem e domínio dos merengues já era grande e ficou ainda maior minutos depois. Aos 25', Toni Kroos cobrou escanteio e Cristiano Ronaldo, mais uma vez, cabeceou, a bola bateu no braço de Mosquera, mas morreu no fundo do gol: 2 a 0 Real Madrid. Jogadores do Depor ficaram na bronca com arbitragem por conta de uma suposta falta de Bale em Arribas, mas o gol foi assinalado. Minutos depois, quase Ronaldo fez seu terceiro gol, mas mandou na trave.

O jogo era muito movimentado no Riazor. Cristiano Ronaldo fazia um grande jogo e quase, mais uma vez, marcou seu terceiro gol, mas o travessão atrapalhou. A primeira chance do Depor veio aos 35', quando Cartabia avançou pela direita, cortou para o meio, soltou a bomba e a bola passou rente à trave de Navas. Depois disso, nada mais aconteceu no primeiro tempo.

Chances de gol, mas nada de bola na rede

O segundo tempo manteve a mesma pegada do primeiro, só que com os donos da casa sendo mais ofensivos, saindo mais de trás. Mesmo assim, a primeira chance foram dos merengues, quando James Rodríguez, que entrou no lugar de Ronaldo no intervalo, arriscou e obrigou Pletikosa a fazer uma boa defesa. Só que minutos depois, Luis Alberto passou para Lucas Pérez, que finalizou com força, mas Navas fez grande intervenção, salvando os merengues.

Depois desse bom começo, a partida um pouco de força, ficando bem morna. Mas em um intervalo de dois minutos, o Depor chegou bem duas vezes. A primeira foi aos 20', quando Cartabia passou para o brasileiro Sidnei, tabelou com o companheiro de zaga Arribas e finalizou, mas mandou por cima do gol. Depois foi a vez de Bergantiños arrisca da meia-lua, mas mandou para fora.

Sem ter o que perder, o Depor seguia pressionando em busca de, pelo menos, um gol. Aos 26', após cobrança de escanteio, o lateral Rober, que havia acabado de entrar, cabeceou com força e obrigou Navas a fazer uma defesa espetacular. Os merengues já se conformavam com a vitória, que não serviu para o título, já que o Barcelona venceu o Granada.

Aos 32', Pletikosa salvou o La Coruña mais uma vez, quando James Rodríguez recebeu de Benzema, finalizou duas vezes, mas o arqueiro croata, que fez sua última partida da carreira, defendeu duas vezes. Depois disso, nada mais aconteceu, os merengues venceram, mas se contentaram com o vice-campeonado da Liga.