Victor está próximo de terminar a temporada jogando todas as partidas integralmente neste ano
Foto: (Divulgação/Atlético-MG)

Victor está a quatro jogos de bater uma marca na carreira, segundo ele. Se entrar em campo contra o São Paulo, o Goiás, o Grêmio e Chapecoense (últimas partidas que restam a ser disputadas no ano) o arqueiro do Atlético-MG terá jogado todas as partidas do time em 2015, algo inédito na carreira de jogadores ao redor do mundo. Victor iniciou a temporada no amistoso com o Shakthar Donetsk-UCR, vencido pelo Galo, por 4 a 2, em janeiro, e até hoje não foi substituído em nenhuma partida.

Victor participou de todos os 15 jogos que uma equipe finalista do Campeonato Mineiro poderia fazer, sagrando-se campeão. Pela Libertadores, parou nas oitavas de final, com a eliminação para o Internacional - foram oito partidas na competição continental. Pela Copa do Brasil, com a saída prematura para o Figueirense, foram dois jogos.

Em todos os 34 jogos pelo Atlético-MG no Campeonato Brasileiro até o momento, Victor estava defendendo a marca alvinegra. Na atual competição, acumula dois cartões amarelos desde a 27ª rodada, quando foi advertido a última vez, contra o Flamengo. Também recebeu cartão amarelo contra a Chapecoense, na última rodada do primeiro turno. O goleiro não se mostra preocupado com uma possível suspensão para os jogos futuros.

"É um recorde pessoal. Trabalho muito para que eu possa atuar em todas as partidas. É algo muito positivo, fruto de muito treino e preparo para as partidas. Fico feliz por alcançar este objetivo", disse o goleiro, que recentemente recebeu o título de Cidadão Honorário de Belo Horizonte.

"Não entro pensando nos dois cartões amarelos. Claro que você evita algumas reclamações, tenta se manter concentrado no jogo. Mas não procuro me policiar em nada durante a partida", ressaltou em coletiva de imprensa na Cidade do Galo. O ídolo do Atlético-MG não esconde que o feito é um sonho a ser realizado. Mas não se acha um jogador “fominha”.

Victor afirmou que é um jogador que gosta muito do que faz e disse não se recordar de algum outro profissional que tenha chegado a atuar em todos os jogos de uma temporada sem ser substituído ou suspenso. Por ter participado de todos os jogos do Galo em 2015, até o momento, Victor analisou as melhores e piores participações do time na temporada. As goleadas sofridas para o Santos e Sport não foram esquecidas pelo arqueiro, que gostou das participações do time nas partidas contra o São Paulo.

VAVEL Logo