Com um a menos, Fluminense arranca empate diante do Internacional no Maracanã
Foto: Reprodução/Internacional

Jogando no Maracanã, Fluminense e Internacional duelaram no penúltimo jogo de ambos no Campeonato Brasileiro, válido pela 37ª rodada. O placar foi aberto já aos quatro minutos, com Vitinho, e parecia que uma vitória elástica viria pela frente. Não foi o que aconteceu. No decorrer da partida o Tricolor Carioca jogou com um a menos e, mesmo assim, arrancou o gol de empate, de pênalti de Cícero.

Em um jogo que contou com fortes erros da arbitrarem, o Inter deixou para saber na última rodada se conseguirá a tão sonhada vaga na próxima Libertadores da América. Para alcançar o objetivo, precisa vencer e torcer para o São Paulo perder o último jogo. O Fluminense, com o resultado, é o 13º colocado com 47 pontos.

Inter abre o placar já no começo do jogo

Os donos da casa foram para o duelo com vários desfalques, entre eles Fred. Já o Inter, em relação ao clássico Gre-Nal, teve mudança apenas no gol. Suspenso, Alisson deu lugar ao irmão Muriel. Iniciando a partida, a arbitragem mostrou-se rígida desde o primeiro minuto ao aplicar o primeiro cartão amarelo em Ayrton. Minuto depois, foi vez de Artur receber o dele. Acalmado os ânimos, a equipe de Argel foi logo mostrando o quanto querem uma vaga na próxima Libertadores da América. Em uma bela jogada de Anderson para Vitinho, aos quatro minutos, estava aberto o placar no Maracanã. O artilheiro colorado no campeonato mandou uma bomba no canto de Cavalieri, sem chance de defesa.

Depois do gol o Internacional começou assumir o controle do jogo. Tinha facilidade para criar as jogadas e, em uma delas, a bola quase entrou. Com toque de Vitinho para Lisandro López, o atacante arriscou o chute e bateu na trave. O Fluminense tentou aos 24 minutos com chute de longe de Ayrton, mas a bola passou pelo gol de Muriel sem perigo. Problemas começaram a surgir a partir dos 28 minutos. Primeiro Lisandro sentiu lesão e pediu para sair, Taiberson entrou no lugar.

Os ânimos que no início foram amenizados voltaram forte. D’Alessandro discutiu em campo e levou cartão amarelo. Com isso, o Capitão desfalca o Inter contra o Cruzeiro no último jogo do campeonato. E aos 45 minutos, Osvaldo agrediu o meia Anderson e recebeu direto o vermelho. Expulso. O Inter ainda teve a chance de fazer o segundo, em chute de fora da área de Taiberson. A bola passou muito perto do gol e foi para fora. Antes do final da primeira etapa, Cícero também foi amarelado.

Fluminense cresce e empata com um a menos

Para o segundo tempo, o técnico Eduardo Baptista fez a sua primeira substituição, apostando em Léo Pelé no lugar de Ayrton. Mesmo com um jogador a mais, o Inter fazia um jogo morno, apenas tentando controlar o resultado, sem pressionar na área adversária. Ao contrário do Tricolor Carioca, que tentando pressionar, buscava o gol de empate. Houve uma polêmica aos nove minutos, em lance envolvendo Gustavo Scarpa e Artur. O jogador do Fluminense pediu pênalti, mas o juiz não marcou.

Aos 16 minutos, Muriel faz milagre no Maracanã. Em uma cabeçada de Marcos Júnior, o goleiro salvou o Colorado de sofrer o gol de empate. Porém, não conseguiu salvar o time duas vezes. Vitinho derrubou Magno Alves na área e, dessa vez, foi marcado pênalti. Na cobrança, Cícero bateu e fez. Estava empatado o jogo.

Depois do gol, o Tricolor cresceu na partida. Teve chances de virada, uma delas em jogada de contra-ataque com Lucas Gomes, que perdeu a chance. O Inter quase marcou aos 39 após cruzamento de William para Bruno Baio, mas Cavalieri fez grande defesa. Houveram outras substituições dos dois lados em busca de uma vitória, mas nada feito. Terminou 1 a 1, no Maracanã.

VAVEL Logo