Renato Portaluppi comenta mudanças, mas não revela time para Gre-Nal 412
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O famigerado mistério do GreNal se mantém. No classico 412, que será disputado neste sábado(04), Renato Portaluppi tratou de manter alguma dúvidas para o adversário, assim como fez Antônio Carlos Zago, treinador colorado.

O comandante técnico gremista tratou de especificar algumas questões na coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira, na mesma, foram tratadas algumas ausências e confirmações de escalação, logo, algumas confirmadas, outras, nem tanto.

"O mistério é de vocês (jornalistas). Na minha cabeça nunca teve mistério. Vocês vão saber 45 minutos antes da partida. O time que eu imaginei que ia jogar o Gre-Nal, vai começar", relatou o treinador.

Logo em seguida, questionado em relação a participação do lateral Direito Edilson e do capitão Maicon, Renato foi claro: O Edílson está fora. Está 100% recuperado da lesão, mas busca ainda seu melhor condicionamento físico. Está voltando agora com o grupo, treinou só dois dias, precisa fazer coletivo. Não podemos precipitar. O Maicon não tem problema, treinou, vocês viram, está entre os concentrados e pode jogar", disse Portaluppi.

As dúvidas da escalação gremista, porém, não se devem somente a ausências ou participações na escalação em decorrência da recuperação ou não de lesões. O grupo tricolor recebeu dias atrás um grande reforço no sistema ofensivo: trata-se de Lucas Barrios, o "fazedor de gols" tão aguardado nos bastidores da Arena, chegou, está no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e tem regularização para estrear no clássico deste sábado.

Fato é que Renato irá de adaptar sua equipe para um jogador de tal característica, o time não jogava com um jogador fincado na grande área, a muito tempo não tem isso como forma de jogo, aliás, o último jogador com tal característica no elenco tricolor foi Bobô, que se despediu de Porto Alegre ainda no meio da temporada passada.

Perguntando então sobre o aproveitamento do novo reforço gremista, Renato foi enfático em sua declaração:

Qualquer treinador, no momento que tem um jogador de área, joga muito em função desse jogador, porque se afasta pouco da área. Tem um jogador alto, bom de cabeça, que joga no pivô. Quando não tem, tem jogadores mais rápidos, que se mexem. Gosto das duas opções, tanto com dois jogadores velozes, não segurando muito a posição, e o atacante de área. Qualquer uma pode ser usada, uma vai ser usada. E quando não começar com uma, tenho a opção do segundo tempo", finalizou o treinador tricolor.

Ambas as equipes mantém mistério em relação a escalação das equipes que entrarão em campo, as confirmações dos titulares será concedida uma hora antes da partida, e às 18h30, na Arena do Grêmio, veremos os 22 jogadores titulares para mais um clássico Gre-Nal na história do Rio Grande do Sul.

VAVEL Logo