Gre-Nal 413: torcida mista completa três anos

Ideia que uniu Gremistas e Colorados se solidificou e esteve presente em todos os últimos Clássicos até aqui

Gre-Nal 413: torcida mista completa três anos
(Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Em diversas famílias gaúchas ocorre o fato da diversidade de times. Pais gremistas, filhos e mães colorados (as) e vice versa. No entanto, a rivalidade dentro de um lar é sadia. A possibilidade de um pai (mãe) e um filho (a), de um casal de namorados, amigos e irmãos, que torcem por times opostos assistirem a uma partida dentro do estádio juntos, era impossível.  

No ano de 2015, Internacional e Grêmio criaram um projeto que pudessem unir torcedores de ambos os times em um mesmo setor do estádio. Um projeto para trazer paz para o Clássico Gre-Nal. Ali nascia a Torcida Mista, que teve no começo do projeto o nome de “Gre-Nal da paz”. O propósito surgiu durante a Copa do Mundo de 2014. Na época, a Prefeitura de Porto Alegre criou o “O Caminho do Gol”, um corredor que iniciava a cerca de um quilômetro da casa Colorada, que levava todos que iam aos jogos até o estádio Beira-Rio. Naquele espaço, Gremistas e Colorados que foram assistir às partidas da Copa iam juntos até o palco dos duelos. No início, muitos ficaram apreensivos. Mas após a primeira investida, no Clássico de número 404, a dúvida que pairava sobre os torcedores acabou e essa mistura tornou-se hábito nos enfrentamentos entre Grêmio e Internacional.

De lá para cá, se fora sete partidas entre Grêmio e Internacional, e todos eles uniram amigos e familiares apaixonados pelas duas equipes. Com a torcida mista nas arquibancadas foram um total de nove partidas. Cinco empates, duas vitórias para o Grêmio e duas vitórias para o Internacional. Entre estes jogos,o Gre-Nal dos 5 a 0 para o Tricolor, também contou com a mistura de torcedores na Arena do Grêmio. O clássico deste domingo (11) pode ser o que irá desempatar os números de vencedores com a torcida mista presente.

Agora, passados três anos de o início deste projeto, o Gre-Nal 413 mais uma vez terá torcida mista, assim como na primeira vez será no estádio Beira-Rio e também é pelo Campeonato Gaúcho. Outro fator que pode apontar mais um Gre-Nal de sucesso do projeto é o fato de assim como na primeira vez, Jean Pierre de Lima apitar a partida e mais um clássico entrar para história. Desta vez, o Gre-Nal com árbitro de vídeo se torna o primeiro Clássico a ter a tecnologia , no Brasil. Ou seja, para quem é supersticioso, há a esperança de mais um grande clássico de sucesso na torcida mista.