Após classificação, Valentim vê evolução no Botafogo e elogia fase ofensiva da equipe
Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Após classificação, Valentim vê evolução no Botafogo e elogia fase ofensiva da equipe

Treinador enxergou problema na bola aérea e falou sobre Marcelo Santos, volante que fez sua primeira partida de titular hoje

guilherme-pacheco
Guilherme Pacheco

O treinador Alberto Valentim não ocultou a sua felicidade depois da primeira vitória em clássicos pelo Botafogo. O técnico, que está há um mês no clube, elogiou a evolução da equipe depois da derrota contra o próprio Vasco da Gama no último domingo (18), mas citou os erros defensivos que resultaram em dois gols do adversário na vitória desta quarta-feira (21).

Um dos personagens centrais da partida foi o zagueiro Igor Rabello, que teve uma atuação defensiva abaixo da média nos gols sofridos, mas se recuperou marcando um tento e dando uma assistência. "O Igor Rabello não se abateu. O Botafogo tomava muitos gols de bola parada, hoje aconteceu duas vezes. Está aí a prova de que precisamos melhorar. Carli é um jogador pedido pela torcida, citado por vocês da imprensa. Vou precisar muito dele. Vocês conhecem mais o Joel do que eu. Quando tiver a oportunidade, vai dar conta do recado", disse.

Já classificado para a final da Taça Rio, o alvinegro agora espera o vencedor da partida entre Fluminense e Flamengo, na quinta-feira (22), no Nilton Santos, com o Tricolor com a vantagem do empate por causa da melhor campanha na fase de grupos. Alberto ainda citou um pouco dessas duas equipes: "Fluminense a gente ainda não enfrentou, mas o Flamengo tem muita qualidade individual. Goleou na última partida. Não podemos escolher adversários", afirmou

O técnico do Botafogo falou sobre o volante Marcelo Santos, que foi contratado do Maccabi Tel Aviv-ISR por empréstimo, que fez sua primeira partida como titular: "O Marcelo precisa melhorar, sem dúvidas. Não vinha jogando, precisa de ritmo de jogo. Depende muito, da posição dele, mas por caractéristicas, precisa muito da condição física. Com isso vai conseguir ser sereno. Vai fazer chegar a bola chegar no nosso 10, que foi o Marcos Vinícius", bradou.

Alberto Valentim comentou também sobre as suas opções ofensivas, que vem sendo uma dor de cabeça para o treinador: " O Luiz Fernando precisa perder essa timidez. Eu observo muito no treino que o Brenner sabe vir buscar o jogo, sabe fazer o pivô e buscar as beiradas. O Marcos Vinícius ainda não posso ter aos 90 minutos. Além de ajudar na armação da equipe, tem a chegada de área que executa muito bem", finalizou.

VAVEL Logo

Botafogo de Futebol e Regatas Notícias

há 13 dias
há 14 dias
há 15 dias
há 17 dias
há 21 dias
há 21 dias
há 23 dias
há 23 dias
há 23 dias
há 24 dias
há 24 dias