Abel festeja classificação do Fluminense e invencibilidade em clássicos
(Foto: Mailson Santana / Fluminense FC)

O Fluminense recebeu o Flamengo nesta quinta-feira (22) no Estádio Nilton Santos e cedeu o empate - 1 a 1 - no fim da partida. Com a vantagem, o Tricolor está classificado para a final da Taça Rio.

Até o momento, o Fluminense jogou três clássicos e não perdeu nenhum neste ano - dois empates e uma vitória por 4 a 0. Abel Braga comemorou o resultado: "Continuamos sem perder nenhum clássico. Conseguimos ser melhor. Não tivemos qualquer tipo de preocupação com a posse de bola, demos para eles. Cometemos alguns erros no 1º tempo, em saídas de bola, em roubadas de bola. Fizemos o jogo taticamente quase perfeito".

O Fluminense irá encarar o Botafogo pela final da Taça Rio. A partida será no próximo domingo (25), às 16h, no Maracanã. Para a final, Abel afirmou que não fará mudanças. "Nada de diferente vamos fazer para domingo. Tivemos três jogadores com problemas e temos um dia a menos (que o Botafogo) de recuperação até a final", afirmou.

O treinador afirmou estar contente com a classificação para a final da Taça Rio: "Estou muito contente. Mas nada eufórico. Quando se supera um adversário desse valor, nos sentimos orgulhosos, claro".

Muitas vezes criticados pelas substituições, Abel gostou das que fez nesta quinta-feira. "Não fiz as mesmas substituições. O jogo pediu. Tivemos dois jogadores muito rápidos que entraram. O Pablo e o Marlon. Mas hoje não podemos destacar nada. Temos que destacar a inteligência com a qual jogamos", disse.

(Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC)

Contra a Cabofriense, Pablo Dyego entrou em campo e recebeu elogios de Abel. Mais uma vez, o treinador fez questão de comentar sobre a atuação do atacante. "Esse menino começou a treinar até surgir oportunidade de ir para outro clube. E começou a crescer, crescer. Muito forte fisicamente, rápido, ambidestro. Dá muito trabalho, sabe usar bem o corpo. Fico contente porque ganhamos mais um jogador", completou.

Além de Pablo Dyego, Abel também fez questão de elogiar dois outros jogadores: Júlio César e Gum. Sobre o goleiro, o treinador declarou: "O Júlio está em um momento muito bom. Isso faz aumentar a confiança dele, dos torcedores e da defesa".

Já sobre Gum, Abel afirmou que o zagueiro é uma peça muito importante para a equipe. "Eu dispensei o Gum em 2006. Ele fazia experiência lá no Inter. Depois eu o encontrei em 2011, nos classificamos para a Libertadores. Fomos campeões brasileiros em 2012. E depois as coisas não correram muito bem e a torcida não queria mais saber de Gum. Ele conseguiu ultrapassar os momentos difíceis. É mérito dele. Era 'Gum não' e virou 'Gum Guerreiro' novamente", completou. 

O treinador, que brincou na coletiva de quarta-feira (21) falando que Henrique Dourado iria perder um pênalti, foi sucinto ao falar do ex-atacante: "Conseguimos não deixar ele fazer um grande jogo".

Abel afirmou que, caso Gustavo Scarpa volte para o Fluminense, o ex-camisa 10 do Tricolor seria muito bem recebido pela equipe. "Isso vai dar pano para manga. Aqui a gente recebe todo mundo bem. É um bom menino, gosto muito dele. O problema não é como ele seria recebido por nós, mas como ele seria recebido pelo torcedor. É a grande diferença", concluiu.

VAVEL Logo