Na véspera da convocação de Tite, Pedro marca e Fluminense se classifica na Sul-Americana
Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.

Na véspera da convocação de Tite, Pedro marca e Fluminense se classifica na Sul-Americana

Sendo observado pela comissão técnica da Seleção Brasileira, artilheiro chegou aos 19 gols na temporada e colocou o Flu na próxima fase para enfrentar o Deportivo Cuenca

ygor-moreira
Ygor Henriques Moreira
DefensorReyes; Maulella, Nicolás Correa e Goñi (German Rivero); Rabuñal, Cardacio, Mathías Suarez, Martín Correa (Cristobal) e Pablo Perez; Piquerez (Boselli) e Navarro. Técnico: Eduardo Acevedo
FluminenseJúlio César; Digão, Gum e Ibañez; Gilberto, Jadson (Mateus Norton), Airton (Richard), Sornoza e Ayrton Lucas; Pedro e Matheus Alessandro (Everaldo). Técnico: Marcelo Oliveira
PlacarPedro - 0x1 - (32/2ºT)
ÁRBITRORoberto Tobar (CHI)
INCIDENCIASJogo válido pela segunda fase da Copa-Sulamericana 2018

Após chegar ao Uruguai com a vantagem por 2 x 0 na bagagem, o Fluminense não teve dificuldades para vencer novamente o fraco Defensor por 1 x 0, com gol do artilheiro Pedro.

Após a goleada sofrida para o Inter na última rodada do Brasileiro, Marcelo Oliveira entrou em campo com o antigo esquema da equipe, com três zagueiros, colocando Ibañez na zaga e adiantando Gilberto e Ayrton Lucas, que desempenharam um bom papel quando exigidos no começo do ano na posição.

Com o estádio Luis Franzini vazio, devido protestos da torcida local pelo alto valor dos ingressos e um frio intenso, o Fluminense não sofreu com o adversário. O começo da equipe foi animada e com Matheus Alessandro atuando com atitude, incomodando a zaga local.

A chance mais clara foi aos dezessete minutos, quando Gum acertou uma bola na trave, mas o juiz assinalou impedimento. Após o lance, o jogo ficou muito truncado, com diversas entradas duras e com quatro cartões amarelos assinalados.

No segundo tempo, o time da casa voltou pressionando e Júlio César começou a ficar ameaçado. Aos quinze, o goleiro tricolor fez uma grande defesa em chute de López. Apenas aos vinte minutos, com a entrada de Everaldo, o Fluminense conseguiu gás para efetuar bons contra-ataques.

Aos vinte e oito, Gilberto arriscou por cima e quase abriu o placar, seis minutos depois, o esperado aconteceu: Gilberto achou um passe para Pedro e o artilheiro do Brasil em 2018 deu uma cavadinha, encobrindo o goleiro do Defensor, marcando o gol da vitória tricolor.

Após o jogo, os jogadores foram agradecer os torcedores, que em bom número, apoiaram o Fluminense no Uruguai.

Pedro falou do gol e da expectativa pela convocação do técnico Tite que ocorrerá nesta sexta-feira (17), para os próximos amistosos da Seleção Brasileira.

“Fico feliz demais pela classificação. Esse grupo merece muito. Corremos por essa torcida que compareceu aqui no Uruguai. Estou na expectativa da convocação. Sempre falo que estou dando meu melhor no Fluminense para, se Deus quiser, abrir essa porta na Seleção. Vou tentar dormir essa noite e depois ver se isso acontece”

Em 2017, o tricolor viajou para o Equador nas oitavas de final, eliminando a LDU e em 2018 o destino reservou o Equador novamente para o tricolor, só que agora o adversário será o Deportivo Cuenca.

O jogo da ida não poderá ocorrer no estádio do Cuenca, já que a capacidade do estádio é menor que o permitido pela Conmebol na fase final da competição. A LDU foi solicitada e emprestará o seu estádio para o Deportivo Cuenca. A segunda partida será no Maracanã, sem data definida pela Conmebol. 

O Fluminense voltará a campo no Domingo, para encarar o América Mineiro em duelo válido pelo Campeonato Brasileiro, na Arena Independência.

VAVEL Logo